Notícias UPF

UPF firma parceria para oferecer mestrado e doutorado interinstitucional

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Leonardo Andreoli

Acordo foi assinado com a Faculdade Católica de Rondônia e prevê, ainda a colaboração cientifica e técnica entre as IES

Na tarde desta quinta-feira (5), a Universidade de Passo Fundo (UPF) e a Faculdade Católica de Rondônia (FCR), firmaram um convênio inédito para a UPF. O marco de colaboração técnico-científico prevê, entre outras ações o oferecimento de cursos de mestrado e doutorado interinstitucionais (Minter e Dinter), além de colaboração científica e cultural em diferentes áreas.

Em função da distância, a assinatura ocorreu simultaneamente, em uma conferência virtual, no gabinete da reitoria da UPF, em Passo Fundo, e nas dependências da FCR em Porto Velho, em Rondônia. A reitora da UPF, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin, destacou durante a videoconferência a satisfação pelo momento em que se concretiza uma parceria inédita até então que é a possibilidade de oferta de cursos Minter e Dinter entre as instituições. Além disso enfatizou que o momento demonstra a evolução da instituição ao repensar e reinventar seus processos e possibilidades.

Também presente no momento, o vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Dr. Antônio Thomé, ressaltou a importância da parceria e o desejo de estreitar cada vez mais os laços entre as instituições a fim de desenvolver projetos em diferentes frentes da pós-graduação.

O reitor da FCR, professor Dr. Fabio Rychecki Hecktheuer, elogiou a equipe da UPF responsável pelo encaminhamento do processo dentro da instituição pela agilidade e eficiência. Da mesma forma, afirmou a satisfação pela formalização da parceria e o desejo de que a partir da assinatura do convênio, novas ações possam ser desenvolvidas. 

A assinatura contou ainda com o coordenador da Divisão de Pós-Graduação Stricto Sensu, Pedro Prietto.

Acordo
A partir de agora, as instituições ficam comprometidas em promover o intercâmbio de conhecimento científico e cultural, além de buscar ações conjuntas visando o incentivo à pesquisa, formação, bem como com relação à difusão cultural. Dentre as possibilidades, estão o intercâmbio de pesquisadores, criação e organização de atividades docentes coordenadas; planejamento e execução em conjunto de programas comuns ou complementares de pesquisa; troca de informações científicas e técnicas; realização de seminários, encontros e outros eventos nas áreas acadêmicas e administrativas; edição conjunta de obras científicas ou literárias; realização de ensino a distância em parceria, na troca de know-how e elaboração de cursos; oferta de mestrados e doutorados interinstitucionais; e cooperação na construção de programas de mestrado e de doutorado.