Notícias UPF

Doe sangue, mesmo na pandemia

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

E-book produzido no curso de Medicina da UPF estimula as pessoas a doarem sangue durante a pandemia da Covid-19

Na pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19), manifestações de solidariedade têm sido comum por parte de algumas instituições e entidades. Diversos são os exemplos de atitudes em prol do coletivo, e um deles envolve o curso de Medicina da Universidade de Passo Fundo (UPF), que desenvolveu um e-book sobre doação de sangue para esse período de quarentena.
 
Criado pelo projeto “Gestão e promoção do conhecimento médico via desenvolvimento de serious games aplicados a formação médica e gerontecnologia” e pelo programa “ComSaúde - projeto Doação de Sangue”, o material se chama “Doação de sangue em tempos de Covid-19. Guia para doação segura e responsável”. Nele, há detalhes sobre quais são os requisitos para doação; quem não pode doar; as etapas da doação; os cuidados na pandemia; e o por que não se pode parar de doar.
 
De acordo com a professora do curso de Medicina, Me. Cristiane da Silva Rodrigues de Araujo, que faz parte da equipe de docentes e acadêmicos que produziram o e-book, o número de pacientes que precisam de algum hemocomponente cresceu na pandemia.

“Usando como exemplo o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), onde sou a responsável técnica pelo Serviço de Hemoterapia, a demanda transfusional não diminuiu, pelo contrário, houve um acréscimo de quase 5% de pacientes contaminados pelo vírus, que necessitam de algum tipo de hemocomponente. Diante dessa situação e com o recluso social em período prolongado, houve a necessidade de buscar outras alternativas de sensibilizar a comunidade para o ato da doação, e o e-book é um exemplo disso”, comenta.

Ação para ajudar a comunidade
A estudante do 7º semestre do curso de Medicina, Anna Laura Duro Barp, que também criou o e-book, vê em ações como esta e na educação uma maneira de aliviar as angústias das pessoas.

“Visto a necessidade do banco de sangue de ter um fornecimento regular de doadores, prevemos que, durante a pandemia, haveria uma queda na quantidade de doadores. Assim, optamos por produzir o e-book de forma a fornecer informações básicas, mas essenciais e com uma linguagem fácil de se compreender, para a população passo-fundense”, destaca.
 
A acadêmica Manuela Meinhardt Pinheiro dos Santos, que está no 10º semestre de Medicina, acredita que com a pandemia percebeu-se a necessidade de mudança do estudante da área da saúde no que se refere à contribuição.

“Sempre que acontece algo novo, é algo que assusta muito, mas como futuros profissionais, é uma obrigação nossa se adaptar às novas realidades e ajudar com ideias para gestar e manter a saúde. O e-book possui uma apresentação otimizada para dispositivos móveis e serve como um guia informativo e incentivo para que as pessoas doem sangue”, relata.
 
A professora Cristiane ainda acredita que o material será útil para o esclarecimento de dúvidas sobre a doação de sangue, podendo também ser utilizado em outras ações, como a campanha e o concurso de poesias Doador Gaúcho.
 
Posso doar sangue?
Dentre os requisitos para a doação de sangue, é necessário sentir-se bem e com saúde; ter entre 16 e 69 anos de idade (jovens de 16 e 17 anos e acima de 60 devem consultar condições); pesar acima de 50 kg; fazer repouso mínimo de 6 horas na noite anterior; nunca doar sangue em jejum; não ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores; e evitar alimentos gordurosos antes da doação.
 
Mais orientações sobre doação de sangue podem ser conferidas no e-book. Para acessá-lo, clique AQUI.
 
Equipe do e-book
Além da professora Cristiane e das acadêmicas Anna Laura e Manuela, são autores do e-book os professores Dr. Luciano Siqueira e Dr. Alexandre Zanatta e a assistente social do Serviço de Hemoterapia do HSVP e responsável pela captação de sangue, Larissa Andrea Schons. O material conta com o apoio do HSVP e é uma ação importante dos 50 anos da Faculdade de Medicina da UPF.