Notícias UPF

Possível reforma constitucional da Espanha é tema de palestra no PPGDireito

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Camila Guedes

Atividade ocorreu no início da noite desta quinta-feira, dia 13 de setembro, no Anfiteatro da Pós-Graduação da Faculdade de Direito

Acadêmicos e profissionais da área do Direito acompanharam no início da noite desta quinta-feira, dia 13 de setembro, uma palestra com o professor Roberto Orlando Bustillo Bolado, da Universidade de Vigo, da Espanha. A atividade foi promovida pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Passo Fundo (PPGDireito/UPF) e ocorreu no Anfiteatro da Pós-Graduação da Faculdade de Direito (FD), Campus I da UPF. Acompanharam a atividade o vice-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, professor Dr. Rogerio da Silva; o diretor da FD, professor Me. Edmar Vianei Marques Daudt; o vice-diretor da unidade acadêmica, professor Dr. Giovani Corralo; e o coordenador do PPGDireito, professor Dr. Liton Lanes Pilau Sobrinho.

Na oportunidade, o palestrante falou sobre o tema “La posible reforma constitucional em España: oportunidad/inoportunidad del momento y posibles aspectos medioambientales a considerar”. “A gente pode ver pelo currículo, a qualidade e a importância de recebermos na tarde de hoje, em mais uma atividade internacional, que tem sido uma característica do nosso Programa, o professor Roberto. É um orgulho, sem sombra de dúvidas, nosso Programa fazer essa conexão com profissionais, com professores de outros países, sobretudo nesse momento”, ressaltou o vice-reitor. 

Roberto é doutor em Direito pela Universidade de Cantabria onde também desenvolveu funções de ensino e pesquisa. O palestrante também desenvolveu pesquisas e pós-doutoramento na Universidade de Paris, publicou mais de 50 artigos e monografias em periódicos nacionais e estrangeiros e tem participado como investigador principal ou como pesquisador em tempo integral e parcial em mais de dez projetos e programas. 

Em sua palestra, Robertou falou sobre a Constituição espanhola, sobre o porquê de se estar pensando em uma reforma na Constituição, se é o momento oportuno ou inoportuno para falar desses temas e de algumas possíveis reformas fundamentais que poderiam ocorrer. “Vou falar sobre esse tema em função do 40º aniversário da Constituição espanhola. Vocês também estão celebrando o aniversário da Constituição brasileira e isso é uma boa notícia, tanto no Brasil quanto na Espanha. O que acontece é que tanto no Brasil quanto na Espanha há uma situação política, social e econômica complicada. Porém essa situação em uma época de instabilidade constitucional seria muito pior para todos”, destacou o professor.