Notícias UPF

UPF promove aula pública sobre a crise brasileira

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Jéssica França

Com o tema “Democracia na encruzilhada neoliberalismo e estado de exceção”, evento contou com palestra dos professores Aldo Fornazieri e Ipojucan Vecchi

A Universidade de Passo Fundo, por meio do curso de História, do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) e da Faculdade de Direito (FD), em parceria com o Observatório da Democracia Brasileira, com a Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo e com a Associação Juízes para a Democracia, núcleo do Rio Grande do Sul (AJD/RS), promoveu, no dia 20 de abril, uma aula pública com o tema “Democracia na encruzilhada neoliberalismo e estado de exceção”. O evento ocorreu no auditório da FD, e a aula foi ministrada pelos professores Dr. Aldo Fornazieri (FESPSP) e Me. Ipojucan Vecchi (UPF e Observatório). 

O evento reuniu professores, acadêmicos, integrantes de movimentos sociais e a comunidade de forma geral. De acordo com o professor Dr. Tau Golin, mediador do debate, é importante que a Universidade, em um momento de crise brasileira, promova reflexões aprofundadas sobre a história e a atual conjuntura. “Essa é uma aula voltada para a cidadania, debate de ideias, exposições teóricas e concepções políticas”, disse. 

A aula teve início com uma exposição histórica da conjuntura brasileira. “Essa aula trata da questão central da encruzilhada em que a democracia se encontra no mundo e também no Brasil. Diante de um aprofundamento de políticas neoliberais, do esvaziamento da política e ao mesmo tempo de um projeto que prioriza o mercado em detrimento das decisões da maioria. Percebemos que há um aprofundamento de um estado de exceção, com uma suspensão da ordem jurídica vigente, das instituições democráticas, fazendo prevalecer interesses de grupos, mas que estão, de alguma forma, atrelados a esse mercado”, explicou o professor Vecchi. 

O professor Fornazieri realizou um apanhado histórico sobre as relações sociais e políticas, abordando o tema democracia e estado de exceção. “A minha geração foi derrotada pela história, nós fracassamos na fé, na esperança, na utopia e no desejo de mudar o Brasil. porque o Brasil não mudou e em certos sentidos até piorou. Nossa última esperança são os jovens e se eles não forem capazes de dar um sentido ao Brasil, esse país está vaticinado a ser um grande fracasso histórico”, lamentou. 

O evento foi transmitido ao vivo pelo canal da UPF Virtual no YouTube.  

Galeria de Vídeos