Notícias UPF

Baterista do Aerosmith é impedido de voltar a banda

  • Por: Eugenio Siqueira
  • Fotos: Robb Cohen/Invision/AP

O baterista do Aerosmith, Joey Kramer, entrou com um processo contra o grupo. Ele afirma que seus companheiros estão dificultando seu retorno ao grupo após um período afastado e pede que a Justiça o ajude a voltar a tocar, segundo o site TMZ.

De acordo com a ação, Kramer, um dos membros originais da banda, teve de se afastar após sofrer pequenas lesões no primeiro semestre de 2019. Para voltar ao grupo, ele diz que os demais – Steven Tyler, Joe Perry, Tom Hamilton e Brad Whitford – pediram que ele gravasse sessões de teste, para determinar se ele "conseguia tocar no nível apropriado". O baterista diz que isso nunca foi exigido de nenhum outro integrante, e que todos já tiveram de se afastar em algum momento ao longo dos 50 anos de carreira do grupo.

Ele também diz que o stress gerado teve impacto em sua saúde, que resultou em uma internação em novembro de 2019. Ele também teve de pagar o salário de um baterista substituto: US$ 20 mil por semana para apresentações e US$ 10 mil por semana para ensaios.

Joey Kramer perdeu o processo judicial para se juntar novamente ao Aerosmith e participar da apresentação do Grammy 2020. Recentemente, os integrantes da banda afirmaram que o baterista foi convidado para participar da premiação, mas só aceitou o convite após o prazo final para os ensaios do grupo.
 
Barrado do ensaio
Ontem (23), a briga entre Joey Kramer e o Aerosmith ganhou um novo capítulo: Kramer tentou comparecer a um ensaio da banda e foi barrado pelos seguranças — toda a situação foi filmada e postada pelo site TMZ (confira o vídeo aqui).