Notícias UPF

Música para encerrar o semestre

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Reprodução

Na disciplina de Canto e Coral, acadêmicos do curso de Música trocaram o tradicional recital por um vídeo construído de forma coletiva e à distância

O tradicional recital, que marca o encerramento da disciplina de Canto e Coral VII do curso de Música da Universidade de Passo Fundo (UPF) precisou ser cancelado. Mas isso não foi impedimento para que os estudantes, comandados pela professora Me. Kauanny Klein, colocassem a criatividade em jogo e produzissem um espetáculo que pudesse ser visto por colegas, amigos e familiares. A saída foi usar as redes sociais e produzir um vídeo, que depois de muito trabalho e ensaio – cada um na sua casa – foi publicado nesta semana. 

De acordo com a professora, com a suspensão das aulas presenciais, o primeiro pensamento foi o de que a disciplina deveria ser cancelada, especialmente pela exigência de um recital ao final do semestre como requisito para a aprovação. Mas o fato de ser uma turma concluinte, fez com que a professora e a turma pensassem em alternativas para que todos pudessem cursar a disciplina sem prejuízos à formação. “Vi vários corais profissionais e amadores, do Brasil, de fora, orquestras, pelas redes sociais, se mobilizando e se juntando das suas casas fazendo essas gravações. Então, dei a sugestão. Falei com os estudantes sobre a possibilidade de utilizarmos essa forma de avaliação alternativa no lugar do recital e eles aceitaram”, explicou.

A própria turma fez uma votação para escolher a peça que seria cantada. “Nós tínhamos um repertório de mais ou menos 10 obras para cantar no recital que já estavam lidas, só faltavam os ensaios para a gente fazer os ajustes musicais, que já estavam acontecendo quando ainda estávamos tendo aulas presenciais”, comentou Kauanny. A música escolhida pelos estudantes foi Bella Ciao, canção popular italiana que, segundo a professora, foi uma das primeiras peças que ela apresentou para a turma quando iniciou nas disciplinas. “E ela é bastante forte, não apenas por causa da série ‘La casa de papel’, mas também pelo que ela significa, pela revolução, ela representa. Então, acho que pela força musical e pela mensagem que ela traz, ela chama bastante atenção. E ela é uma peça legal de cantar também e acredito que isso pode ter influenciado também na escolha dos estudantes”, disse.

Na opinião da professora, uma das principais barreiras de produzir o vídeo foi o idioma. “Como a música é italiana, muitas vezes um aluno mandava com uma pronúncia e dava choque com outro aluno cantando e por isso a gente teve que fazer várias gravações”, lembrou. Para a tarefa de unir todas as vozes, a professora contou com a ajuda dos acadêmicos Patrick Antunes que fez a edição do áudio, e Everton Erthal que trabalhou na edição do vídeo. “Acho que ficou um trabalho bem bacana, fiquei muito orgulhosa pelo trabalho da turma. Foi uma turma muito disponível, muito empática com a situação e graças a isso foi possível fazer. Funcionou pela dedicação deles e pela intenção de fazer funcionar mesmo. E o legal é que esse vídeo fica aí para a posteridade, para eles daqui a alguns anos, quando quiserem relembrar os tempos de faculdade, terem esse material. E espero que tenha sido um bom resultado também para quem assiste e para quem compartilha”, finalizou a professora.

Para ver o resultado do trabalho dos acadêmicos, clique aqui