Notícias UPF

Equipe do Projur Mulher e Diversidade participa de oficina de Arteterapia

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Augusto Albuquerque/Nexjor

Cuidar de quem cuida, esse foi o objetivo da experiência vivida pela equipe do Projur Mulher e Diversidade, programa de extensão da Faculdade de Direito da Universidade de Passo Fundo (FD/UPF), durante uma oficina de Arteterapia. A atividade ocorreu na tarde desta quarta-feira, dia 17 de abril, no Campus III da UPF. A oficina foi ministrada pela coordenadora do curso de Artes Visuais, professora Me. Mariane Loch Sbeghen e faz parte das atividades que integram a programação dos 15 anos do Programa. 

De acordo com a coordenadora do Projur, professora Dra. Josiane Petry Faria, neste ano, a equipe do Programa está participando de inúmeras formações e qualificações, como essa, com o olhar não apenas de aprimorar o serviço oferecido para a comunidade, mas também de reconhecer quem trabalha do outro lado. “A realidade de violência, de preconceito e de desigualdade que a equipe do Projur, sobretudo os acadêmicos enfrentam é bastante triste, muito severa, é complexa, e eles também precisam de cuidados e informações. Não é apenas a formação técnica que é importante, as pessoas que fazem parte do projeto são importantes e essa oficina reconhece e trabalha com esse lado”, destacou. 

Colaboradora do Projur há mais de 10 anos, a professora Mariane explicou que a ideia principal da oficina foi promover uma integração entre os estagiários do Programa. “A partir do texto ‘As três peneiras’, de Sócrates, eu propus uma reflexão sobre a troca, sobre a parceria que eles precisam para poderem trabalhar juntos e atender a comunidade. Quando a gente trabalha a questão das intencionalidades, o que eles querem, o que eles buscam, resulta em um espírito de mais união”, completou.