Notícias UPF

Aula inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo aborda o direito à moradia e o papel do arquiteto

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Jéssica França

O curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Passo Fundo (UPF) promoveu, na noite de segunda-feira, 15 de abril, uma aula inaugural com o arquiteto e presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/ RS), Tiago Holzmann da Silva. O palestrante abordou o tema  “Direito à moradia e o papel do arquiteto". O encontro ocorreu no Centro de Eventos da UPF e reuniu professores, profissionais e estudantes. 

Para o coordenador do curso, professor Me. Carlos Leonardo Sgari Szilagyi, é importante a relação que o curso tem com as instituições, desenvolvendo uma parceria próxima com o CAU/RS. “O objetivo da aula inaugural é marcar o início do ano, explicando um pouco sobre a função do arquiteto. O CAU estar aqui também é uma forma de estreitar as relações, mostrando que estamos aqui para comemorar também a qualidade ensino”, disse. 

Durante o encontro, Silva anunciou a intenção do Conselho de criar um escritório do CAU em Passo Fundo. “Chegamos à conclusão de que há necessidade de contarmos com quatro escritórios regionais, instalados em Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas e Santa Maria, além da sede em Porto Alegre.  Então viemos fazer o anúncio, conversar com os colegas e com as instituições da região para anunciar a futura abertura, pedindo também a colaboração para uma parceria nessa construção”, contou. 

Direito à moradia e o papel do arquiteto
A palestra de Silva abordou a temática do “Direito à moradia e o papel do arquiteto", destacando que, embora esse profissional possa resolver muitos dos graves problemas que a sociedade enfrenta, seu trabalho ainda não é demandado como deveria. “Apresento aqui uma das possibilidades de utilização do trabalho, que é o arquiteto trabalhando para as pessoas e famílias de baixa renda, então, como que nós, a partir de leis existentes, podemos criar um serviço público de arquitetura que chegue a todas as famílias que necessitam do nosso trabalho. Estamos democratizando o acesso e chamamos isso de assistência técnica à habitação de interesse social. É uma lei que vem na esteira da Constituição e que promove o serviço público para atender a um dos direitos fundamentais que estão descritos na Constituição Federal que é o direito à moradia digna”, explicou. 

Durante o evento, o represente do Instituto de Arquitetura do Rio Grande do Sul (IAB/RS), professor Me. Marcos Antônio Leite Frandoloso, realizou a entrega dos certificados de menção honrosa do “Prêmio IAB RS - José Albano Volkmer” dos melhores Trabalhos Finais de Graduação (TCC) 2018/2, aos estudantes Francieli Marcynski, Gabrieli Zanchet Dalmás e Luis Henrique de Souza.