Notícias UPF

Acadêmicos participam da maior competição de Direito Internacional do mundo

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Ação simula um julgamento perante a Corte Internacional de Justiça, principal órgão judiciário da ONU

Cinco acadêmicos do curso de Direito da Universidade de Passo Fundo (UPF) representarão a Instituição na maior competição de Direito Internacional do Mundo: a Philip C. Jessup International Law Moot Court Competition. Anualmente, a competição reúne milhares de estudantes de mais de 680 universidades localizadas em 100 países e jurisdições. Neste ano, a 22ª Jessup ocorre entre os dias 13 e 15 de fevereiro, em Florianópolis, Santa Catarina, com a participação de 12 equipes de todo o Brasil. 

A equipe que representará a UPF é formada pelos acadêmicos Ana Caroline Fassina, do X nível; Daniel de Souza Vicente, Marina Sbardeloto Duart e William Guimarães Sgarbossa, do VII nível; e pela egressa Bianca Farenzena, que participa da competição pela segunda vez. Os estudantes serão acompanhados e orientados pela professora Dra. Patricia Grazziotin Noschang. 

Organizada pela International Law Students Association (ILSA), a competição simula um julgamento perante a Corte Internacional de Justiça, principal órgão judiciário da Organização das Nações Unidas (ONU).  Durante a competição, os acadêmicos devem apresentar suas defesas do caso hipotético entre nações, o qual é chamado de “Compromis” ou “Special Agreement”. Escrito por profissionais especialistas na área do direito internacional, o Compromis é um compilado de fatos acordados entre as partes que serão submetidas à Corte Internacional de Justiça (CIJ). 

Após a divulgação do Compromis, estudantes começam as pesquisas e preparações de argumentos para ambos os lados da demanda, elaborando os memoriais e praticando as apresentações orais que serão expostas perante os juízes. Para isso, os estudantes devem dominar as áreas de pesquisa, redação e sustentação oral. Toda a competição é em língua inglesa e as equipes campeãs das rodadas nacionais participam da rodada internacional que acontece todos os anos em Washington D.C. 

Considerada uma experiência enriquecedora, a Jessup tem como principal objetivo unir estudantes de direito ao redor do mundo, promovendo com respeito e dignidade os princípios do direito internacional. “É um desafio sem igual para esses acadêmicos que já saem da Universidade com uma experiência que os diferencia dos demais no mundo profissional e abre portas em âmbito nacional e internacional”, destacou a professora Patrícia.