Notícias UPF

UPF e Universidade do Porto firmam parceria para cooperação bilateral

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Assessoria de Imprensa UPF

Disciplinas serão oferecidas entre os Programas de Pós-Graduação em Bioexperimentação da UPF e Mestrado em Toxicologia Analítica, Clínica e Forense de Portugal

A internacionalização da ciência e, consequentemente, dos programas de mestrado e doutorado é um dos desafios atuais das instituições de ensino superior de todo o mundo. Buscar projetos e parcerias para troca de experiências, vivências e descobertas tem sido um dos pontos mais trabalhados. Por isso, a Universidade de Passo Fundo (UPF) tem consolidado cada vez mais ações conjuntas por diversos países. Exemplo disso, é o acordo de cooperação bilateral entre o Programa de Pós-Graduação em Bioexperimentação (PPGBioexp) e o Programa de Mestrado em Toxicologia Analítica, Clínica e Forense da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, em Portugal. As disciplinas realizadas conjuntamente iniciam em setembro.

Para efetivar o acordo, as equipes contaram com o apoio da Assessoria Internacional que auxiliou a iniciativa, assessorando os encaminhamentos e sugestões para a viabilidade da proposta e a ação concreta de internacionalização.

Segundo a professora Dra. Luciana Grando, responsável pelo projeto pela UPF, a parceria entre as instituições existe desde 2010, e proporcionou o intercâmbio docente e discente entre estas duas universidades. 

Aulas conjuntas, experiências trocadas
De acordo com Luciana, o projeto tem como objetivo envolver docentes e discentes no âmbito das disciplinas de Toxicologia Clínica, uma vez que esta disciplina já existe nos dois programas, com ementa coincidente e será ministrada em 2020/2 nas duas Universidades. “Estamos com uma boa expectativa de que esta disciplina será uma excelente oportunidade para nossos alunos, que poderão ter contato com especialistas reconhecidos por sua excelência na área da toxicologia”, pontua.

A colaboração se dará na forma de aulas ministradas simultaneamente entre os dois programas, por videoconferência, em plataforma e horário acordados. Luciana explica que os docentes responsáveis pelas aulas figuram como professor colaborador visitante da universidade estrangeira. Para ela, outro ponto chave desta experiência será o contato com colegas estrangeiros e a construção atividades conjuntas. “Por meio dos de seminários os estudantes daqui vão interagir diretamente com os da Universidade do Porto, sendo avaliados pelos professores brasileiros e portugueses. É mais uma oportunidade de exercitar competências importantes como o senso crítico e a comunicação em ciência de alto nível”, ressalta.

A disciplina inicia no dia 21 de setembro. A professora lembra que, caso algum mestrando ou doutorando de qualquer programa da UPF tiver interesse, ainda é possível se inscrever. O contato deve ser feito com a secretaria do nosso PPGBioexp pelo e-mail ppgbioexp@upf.br.