Notícias UPF

A Indústria 4.0 já chegou

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Natália Fávero

Quem acha que a Indústria 4.0 é o futuro está enganado. Ela já é o presente e está atingindo todas as partes do mundo, inclusive o Brasil. Com o objetivo de desmistificar a Indústria 4.0, o grupo de pesquisa de Biomecânica do Laboratório de Simulação e Otimização e os cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção da Universidade de Passo Fundo (UPF) promoveram uma palestra na quinta-feira, 6 de dezembro, no auditório da Biblioteca, Campus I da UPF.

O palestrante é fundador e CEO do Instituto Avançado de Robótica (IAR), São Paulo (SP), Me. Rogério Vitalli. Além de ser fundador do IAR, ele é engenheiro mecatrônico, mestre em Robótica Industrial pelo ITA e consultor da SIEMENS PLM para Indústria 4.0. Tem 14 anos de experiência em chão de fábrica, trabalhando em projetos de integração de robôs ABB, Kuka, Fanuc e Motoman.

A Indústria 4.0 ou quarta revolução industrial é caracterizada por um conjunto de tecnologias que permitem a fusão do mundo físico, digital e biológico. No evento, Vitalli falou sobre os 10 pilares que compõem a Indústria 4.0 e a aplicação real de cases no Brasil e em outros países, inclusive, um deles, que ocorre na região, em Não-Me-Toque, na fábrica da Stara, que é uma indústria de implementos agrícolas. “A Indústria 4.0 é a revolução da indústria mundial. Passa por todo um processo de transformação digital. Começou na Europa, nos anos 2012, capitaneado pela Alemanha, e está atingindo todas as partes do mundo, inclusive o Brasil”, revelou o palestrante.

Desmistificar o tema é importante. “Quando a gente fala em Indústria 4.0, parece que é comum ou trivial, mas ela é muito poderosa e tem um baixo grau de entendimento pelas empresas e no meio acadêmico ainda. É importante conhecer o tema e estar preparado. Muitos perguntam quando ela vai chegar. E respondo que ela já chegou. Se o empresário não pegar essa carona, ele não vai mais ter chance no mercado”, comentou Vitalli.