Pesquisa e Inovação

Programas e projetos

Nome do Programa

Projeto Educação das Relações Étnico-Raciais

Área: P 3 - Territórios da Cidadania, Direitos Humanos e Cultura de Paz

Unidades Relacionadas: Faculdade de Educação - Faed

Cursos Envolvidos: Serviço Social, Serviço Social (Híbrido), Serviço Social (Híbrido), Serviço Social (Híbrido), Serviço Social (Híbrido), Serviço Social (Híbrido), Serviço Social (Híbrido)

Coordenador: Elisa Mainardi

O projeto Educação das relações étnico-raciais tem por objetivo construir processos que viabilizassem a promoção de uma cultura de proteção de direitos e inclusão dos grupos étnicos afro-brasileiros, indígenas e imigrantes na comunidade de Passo Fundo/RS e região.

A metodologia utilizada fundamenta-se no princípio de que todos somos sujeitos no ato de produzir saberes, de compreender e de transformar a realidade e que nesse processo todos os sujeitos envolvidos têm algo a dizer (Freire, 1987). Desta forma, buscamos promover processos participativos, dialógicos e dialéticos, que considera a historicidade dos sujeitos envolvidos, buscando aproximar a produção científica e a formação profissional aos grandes problemas sociais, tratando de questões complexas da atualidade, com implicações políticas, sociais, educacionais e culturais, de forma inter e transdisciplinar, construída com diálogo e alteridade, de modo a instituir processos formativos que resultem impactos na vida dos estudantes, das populações indígenas, afro-brasileiros e imigrantes, de modo a contribuir com a transformação social. Neste sentido, embora saibamos que as realidades da população indígena, afro-brasileira e imigrante apresentam diferenças histórico-culturais, reconhecemos a importância de articulá-las em busca do fortalecimento da discussão da temática e da valorização de seus saberes dentro da instituição.

Isso se efetiva à medida que tomamos o território como ponto de partida. É imprescindível que sejamos íntimos dos territórios em que estes sujeitos constroem suas histórias para que a partir desse vínculo possamos construir uma experiência pedagógica ligada à realidade e não tão somente ao discurso.

Essa intimidade se constitui nas experiências que se desenvolvem a partir da relação dialógica, em meio a diversidade étnica-racial, e que promovem uma leitura étnica do território, seus conflitos, contradições e necessidades. Desde o princípio do projeto, vimos cumprir, nas ações desenvolvidas, muitas das metas a que nos propomos como um espaço de estudos, pesquisa e promoção de discussões e ações extensionistas que produziram conhecimentos e ações de reconhecimento e valorização dos povos imigrantes, indígenas e afro-brasileiros.

No entanto, vimos também assomar manifestações racistas de toda ordem, expressas nas redes sociais, nas escolas, nas universidades, nas ruas, na sociedade em geral, o que nos faz perceber que para além de uma exigência legal, abordar o tema das relações étnico- raciais é uma necessidade cada vez mais evidente num contexto marcado pela desigualdade, preconceito e discriminação racial, o que justifica a necessidade da permanência e maior mobilização dos sujeitos envolvidos no projeto.

INSCREVA-SE