Geral

Potencial da Rede Conecta UPF é apresentado à comitiva de Casca

06/07/2021

15:00

Por: Assessoria de Imprensa

Fotos: Natália Fávero

Visita ocorreu na segunda-feira, 5 de julho, e teve como objetivo prospectar possíveis parcerias na área da inovação

Representantes da Prefeitura de Casca e de diversas entidades do município conheceram o potencial e a estrutura de inovação da Rede Conecta da Universidade de Passo Fundo (UPF). A visita, que ocorreu na segunda-feira, 5 de julho, teve como objetivo apresentar as dependências físicas, a infraestrutura e as empresas vinculadas à Rede Conecta UPF, que tem como missão promover a inovação tecnológica. 

A ideia é fomentar a parceria que existe entre o município e a UPF, que está presente na cidade por meio do Campus Casca. Uma das ideias é levar o projeto de incubação de empresas para o município, nos moldes do que já é feito no Parque Científico e Tecnológico UPF (UPF Parque), que abrange as melhores práticas de incubação do país. Essa iniciativa faz parte do programa de descentralização do UPF Parque, promovendo a inovação na região de abrangência da Universidade. 

Na prática, a Rede Conecta oferece o suporte necessário para as empresas incubadas, capacitação e assistência técnica e gerencial, atua como facilitadora para a criação de parcerias e redes de relacionamento, com o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconômico da região e estimular o empreendedorismo e o surgimento de startups. “A ideia é levar essa metodologia de incubação do UPF Parque para o município de Casca, semelhante ao que já ocorre em Tapejara, por exemplo, estimulando a criação e o fortalecimento de startups no município e na região”, explica o coordenador da Rede Conecta UPF, professor Dr. Maciel Donato.

O vice-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Assuntos Comunitários, professor Dr. Rogerio da Silva, destacou a vocação de Casca para o empreendedorismo no município e região. Além dele, o presidente Conselho de Desenvolvimento Econômico de Casca, Fabrício Caletti, também salientou a importância da inovação para o município. “Queremos fortalecer a parceria com a UPF e levar mais inovação e oportunidades para a comunidade para o desenvolvimento da nossa cidade”, enfatiza Caletti.

A assessora técnica da Rede Conecta UPF, Daniela Colett, fez a apresentação da Rede e explicou que a pré-incubação é destinada a pessoas físicas (empreendedores) que têm uma ideia ou projeto e precisam de apoio à tomada de decisão sobre criar ou não um novo empreendimento. Já a incubação é voltada para empresas jovens ou nascentes que precisam de apoio para se colocarem ou se fortalecerem no mercado. Em ambos os casos (empreendedores e empresas), os requisitos são a inovação e a base tecnológica. Atualmente, em Passo Fundo, o UPF Parque tem nove empresas incubadas.

A visita foi articulada pelo diretor da UPF Casca, Me. Henrique Bertosso, e também contou com a presença de outros representantes do município: chefe de Gabinete e secretário de Desenvolvimento Econômico de Casca, Ismael Pelinson; secretário da Saúde, Gustavo Baccin; coordenador da Secretaria da Saúde, Edilson Kuiava; representante da Secretaria de Agricultura, Dagoberto D'Agnoluzzo; assessor de imprensa da Prefeitura, Andre Besolin; vereadora Claudia de Oliveira; representante Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Gilmar Canozza; presidente da Acic, Tatiane Battistel; chefe do Escritório da Emater Casca, Maurício Luis Dall´Acqua; e advogado e empresário, Carlos Mario Mezzomo.

Demandas na área da Educação
A comitiva de Casca também aproveitou a visita para apresentar demandas na área da educação, especialmente em relação ao ensino médio e cursos técnicos, prospectando parcerias com a Universidade. Nesse encontro participaram também o presidente da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF), professor Me. Luiz Fernando Pereira Neto, e o diretor do Integrado UPF, professor Me. Jonir Dalbosco.

 

 

 

INSCREVA-SE