Notícias UPF

Quando o ensinar se torna aprendizado

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Arquivo pessoal

Pedagoga, apaixonada pela educação e pelo processo de aprendizagem, Francieli escolheu a UPF para fazer sua formação em Pedagogia. Curso inscreve nova turma no Vestibular Complementar

Desde pequena, a pedagoga Francieli Sander Sartori brincava de dar aula para as bonecas, alimentando a vocação de ser professora. O amor pela educação e por ensinar a fez escolher a Universidade de Passo Fundo (UPF) para cursar Pedagogia, graduação que iniciou ainda em 2008, mesmo ano em que ingressou em um estágio na área. A formação, em 2012, trouxe mais do que um diploma, trouxe a realização de um sonho. Ela conta que sempre gostou de estar em contato com pessoas. “Sempre fui muito comunicativa e a humanização me encantava. Queria trabalhar com formação e oportunizar transformação na vida das pessoas”, comenta.

Francieli ensinsando arte aos seus alunos, caracterizada como pintor

Outro motivo que impulsionou a escolha de Francieli foi o encanto pela transformação pessoal, profissional e intelectual que a educação proporciona. “Quando escolhi a Pedagogia, tinha em mente que o pedagogo é um profissional que pode atuar tanto em espaços escolares quanto não escolares, no entanto, é na sala de aula que me encontrei e que me encontro todos os dias como professora, como pessoa e como profissional. É lá que me realizo, me encanto e me transformo, para transformar os outros que estão ao meu redor”, declara ela, que é professora de educação infantil da rede pública e privada.

Educação e transformação
Para a pedagoga, é pela via da educação que ocorre a transformação da sociedade. “Lutamos contra a desigualdade social, esse é o ato mais belo de transformação do ser humano”, relata ela, que, após a conclusão do curso, fez especialização em Orientação Educacional e também o mestrado em Educação, no qual desenvolveu pesquisa sobre o desenvolvimento das funções psicológicas superiores de crianças em situações de interação, realizando um estudo exploratório em turmas de pré-escola. 

Ludicidade auxilia no ensino-aprendizagem

Francieli encontra na profissão a sua realização. “Me fascina a questão de como as pessoas aprendem, de como se dá o processo de aprendizagem. A educação infantil é a base da formação humana e, nesse caso, ser professora é a base de tudo, é o que forma todas as profissões”, cita ela, que também atuou recentemente com educação de adultos. “É maravilhoso fazer parte do processo de aprendizagem e de desenvolvimento do ser humano, saber que não só se ensina, mas se aprende muito mais”, finaliza.

Preparar profissionais para atuar em espaços educativos
Coordenadora do curso de Pedagogia da UPF, a professora Dra. Carina Tramontina Correa destaca que a educação precisa de profissionais competentes, que gostem do que fazem e que, enquanto pedagogos, possam atuar em espaços educativos formais e não formais, promovendo a transformação social. “O curso de Pedagogia da UPF é totalmente presencial. Desde o primeiro semestre, o acadêmico já tem contato com espaços educativos, realiza experiências pedagógicas, articulando o ensino, a pesquisa e a extensão”, cita ela, destacando que o curso conta com a Brinquedoteca Universitária, um laboratório de aprendizagem e de ações com a comunidade escolar.

O mercado de trabalho, conforme Carina, está cada vez maior e aguarda pedagogos habilitados e competentes para atuar como docente na educação infantil e/ou nos anos iniciais do Ensino Fundamental; como docente em disciplinas pedagógicas dos cursos de ensino médio – modalidade Normal; em atividades de organização e gestão escolar; em espaços não escolares e em equipes multiprofissionais cujo trabalho contempla conhecimentos pedagógicos.

Vestibular Complementar
A UPF oferece uma nova oportunidade para quem deseja ingressar em um curso de graduação no segundo semestre de 2019, por meio do Vestibular Complementar de Inverno. Além de Pedagogia, nesta edição, estão sendo oferecidas vagas para os cursos de Administração, Ciência da Computação, Direito e Educação Física. A seleção será por meio de prova única de redação, que poderá ser realizada em duas datas: 15 de julho ou 26 de julho, no Campus I da UPF, ou por meio da utilização da nota obtida na redação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

As inscrições devem ser feitas pelo site vestibular.upf.br até o dia 25 de julho. A taxa de inscrição é de R$ 40,00, com exceção dos cursos de licenciatura em Educação Física e Pedagogia, para os quais há gratuidade na inscrição. No ato da inscrição, o candidato deverá indicar sua opção quanto à forma de seleção. Caso opte pela redação, o candidato realizará sua prova em uma das datas indicadas, às 19h.

Todas as informações relativas ao processo seletivo podem ser consultadas no site vestibular.upf.br. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo Disque Vestibular, 0800-701-8220 ou pelo e-mail informacoes@upf.br.