Notícias UPF

Cooperados da Coama recebem aulas sobre saúde e sustentabilidade

  • Por: Bruna Scheifler. Edição: Assessoria de Imprensa UPF
  • Fotos: Bruna Scheifler

Grupo do curso de Odontologia da UPF retomou as atividades no galpão de reciclagem

Neste semestre, o projeto de extensão Saúde, Meio Ambiente e Sustentabilidade, integrante do Programa Comunidades Sustentáveis da Universidade de Passo Fundo (UPF), retomou as atividades no galpão da Cooperativa Amigos do Meio Ambiente (Coama). O projeto do curso de Odontologia da UPF oferece palestras, oficinas e atividades lúdicas com a finalidade de educar os cooperados sobre sustentabilidade e saúde bucal e sistêmica. O objetivo é colaborar para a qualidade de vida e prepará-los para as provas do Núcleo Estadual de Educação de Jovens e Adultos (Neeja), que oferece a certificação escolar. O grupo também facilita o acesso dos cooperados à Clínica Odontológica da UPF, onde eles recebem atendimento com valores acessíveis. 

Durante o primeiro semestre, os professores, bolsistas e voluntários ofereceram atividades como oficinas de preparação de sabonetes, de higiene bucal e uma palestra sobre vacinação. “Eu espero que seja bem produtivo e que seja gratificante, tanto para os alunos, quanto para os cooperados, quanto para os professores”, comenta o coordenador do projeto, professor Dr. João de Carli, sobre sua expectativa para este semestre, com novos voluntários.

A presidente da Coama, Eva de Fátima Godois Chaves, aprova as aulas e o atendimento que ela e a filha receberam na Clínica Odontológica. “É bom porque eles ensinam para gente e nós ensinamos para eles”, revela a presidente. 

O atendimento acessível é essencial para manter a qualidade de vida e a autoestima dos trabalhadores que separam o lixo para reciclagem. “Nós não temos condições para pagar particular”, explica a presidente, que foi alfabetizada recentemente por meio do projeto de extensão “Aulão”, e que também espera que as aulas do grupo da Odontologia ajudem nas provas do Neeja. “Eu estou confiante”, afirma Eva.