Notícias UPF

Colesterol alto não prejudica só seu coração, mas também seu cérebro

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Segundo o MS, 40% dos brasileiros sofre com o excesso de colesterol no sangue

O colesterol alto é um dos responsáveis pela principal causa de morte no mundo: as doenças cardiovasculares. Em grandes quantidades, essa molécula se deposita nos vasos sanguíneos e ajuda a formar placas de gordura nos vasos, o que pode resultar em infarto ou AVC.

De acordo com o Ministério da Saúde, 40% dos brasileiros sofre com o excesso de colesterol no sangue. Um dado que soa pior ainda agora que pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) revelaram que o colesterol não é apenas inimigo do seu coração: ele também prejudica bastante o cérebro. Em um estudo publicado no periódico Molecular Metabolism, eles demonstraram que o aumento dos níveis de colesterol no sangue compromete a formação de novos neurônios no cérebro de camundongos.

Essa relação do colesterol com o cérebro já é conhecida há algum tempo: na década de 1990, pesquisas com coelhos e ratos indicaram que o colesterol alto pode prejudicar a memória e o aprendizado. Além disso, experimentos com voluntários humanos demonstraram que pessoas com hipercolesterolemia (colesterol alto herdado de família, uma doença genética) tinham uma maior tendência a pequenos problemas de memória.

Fonte: Superinteressante