FORTUNA CRÍTICA

ALVES, Márcio Miranda. O imigrante italiano na narrativa ficcional do Rio Grande do Sul. Bahia: Revista Litterata, 2019.

ALVES, Márcio Miranda. PELINSER, André Tessaro. A permanência do Regionalismo na literatura brasileira contemporânea. São Paulo: Scielo, 2019.

ALVES, Márcio Miranda; ARENDT, João Cláudio. Minha linguagem não é gaúcha: Josué Guimarães e suas relações de regionalidade. Nau Literária: crítica e teoria da literatura em língua portuguesa. PPG-LET UFRGS.  ISSN 1981-4526.

ANDRETTA, Luana Maria; RETTENMAIER, Miguel. As pacientes e encantadoras personagens femininas de Dona Anja: uma análise da descontinuidade nos prototextos de Josué Guimarães / Dona Anja’s Patients and Charming Female Characters: An Analysis of Discontinuity in the Prototexts of Josué Guimarães. O EIXO E A RODA (UFMG), v. 28, p. 453-472, 2019.

ANDRETTA, L. M. ; SANTIN, B. . O caso do manuscrito: o geneticista como detetive. In: VI Semana do
conhecimento Universidade em transformação: integralizando saberes e experiências, 2019, Passo Fundo. Semana do conhecimento UPF (6.:Passo Fundo, RS) Universidade em transformação: integralizando saberes e experiências. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2019.

AQUINO, Ivânia Campigotto. A literatura e a formação do estado em A ferro e fogo: narrativa da imigração. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 40, p. 1660-1672, 2011.
___. O espaço na literatura: um estudo do romance A ferro e fogo. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/650.
___.A força do feminino em A ferro e fogo. Todas as Musas: Revista de Literatura e das Múltiplas Linguagens da Arte (Online), v. 02, p. 262-276, 2011.

BARBIERI, Therezinha Jesus P. Castro. Fragatas e Bergantins – uma leitura de “Amor de perdição” e “A ferro e fogo” de Josué Guimarães. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras, PUCRJ, 1990.

BIM, Margarete. Poesia digital e formação do leitor. (Tese de Doutorado) Passo Fundo:  Universidade de Passo Fundo, 2020. 

BOCCHESE, Marcell; ARENDT, João Cláudio. Sobre cabarés, figurões e prostitutas em A ferro e fogo I, de Josué Guimarães. Conexão, comunicação e cultura – UCS, v. 10, n. 19, 2011.

BORDINI, Maria da Glória. Josué Guimarães e a teatralidade. Revista de Literatura Brasil. ISSN 2526-4885. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/brasilbrazil/article/view/69941/39409.

BORGES, Renata de Souza. Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães: uma análise de uso e satisfação. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

BUENO, Grasiane Hüllen. Serviço de referência e informação aos idosos: um estudo de caso sobre os usuários idosos na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/10183/134834.

CARNEIRO, Cleverson Ribas. “Os tambores silenciosos”: voz popular e alegria revolucionária. Curitiba: Faculdade de Letras, UFPR, 2002.

COSTA, Édison José da. Análise do processo político focalizado ficcionalmente em Os tambores silenciosos de Josué Guimarães. Revista Letras, v. 33, 1984.

CLARO, Larissa Aparecida dos Santos; MAGALHÃES, Epaminondas de Matos.  Memórias na narrativa, Enquanto a noite não chega, de Josué Guimarães.  Revista FACISTA on-line. Barra das Garças – MT, vol. 1, n2, p. 74-83, ago-dez, 2012. (ISSN – 2238-8524).

DANIEL, Paulo Vítor. O futebol da crônica de Josué Guimarães: A sociedade em campo. Universidade de Passo Fundo, 2013.

FARIAS, I. P.; RETTENMAIER, M. Depois do último trem, de Josué Guimarães: linhas e reescritas. In: Rettenmaier, Miguel; Verardi Fabiane. (Org.). Tempo de ausência: 30 anos sem Josué Guimarães. 1ed. Passo Fundo: Editora UPF, 2019, v., p. 91-111.
___.Depois do último trem: nos trilhos do processo criativo de Josué Guimarães. In: Sergio Romanelli (organização). (Org.). Compêndio de Crítica Genética: América Latina. 1ed. São Paulo: Editora Horizonte, 2015, v., p. 132-136.

FAÉ, Geneviève; ZINANI, Cecil Jeanine Albert. CADIL – Cadernos do Instituto de Letras, n.37, 2008.

FERREIRA, Vanessa Borges Fortes Serapio; RETTENMAIER, Miguel.  Leitura do discurso político de Josué Guimarães. Disponível em: http://linguagem.unisul.br/paginas/ensino/pos/linguagem/eventos/sulletras/PDF/Vanessa-Ferreira.pdf.
___.Episódio(s) de um sujeito: análise do discurso político de Josué Guimarães. Universidade de Passo Fundo, 2017.

FRIZON, Josué Rodrigues. O conto de Josué Guimarães para leitores em formação. Universidade de Passo Fundo, 2013. Disponível em: http://tede.upf.br/jspui/bitstream/tede/993/1/2013JosueRodriguesFrizon.pdf

GRAZIOLI, Fabiano Tadeu; BECKER, Paulo. A hibridação dos gêneros literários nos contos Para uma avenca partindo, de Caio Fernando Abreu, Mãos sujas de terra, de Josué Guimarães e Três ovos de Páscoa, de Dalton Trevisan. Interfaces. V. 9, n. 4, 2018.

GENEVIÈVE Faé; ZINANI, Cecil Jeanine Albert. A personagem Sofia em a ferro e Fogo, de Josué Guimarães: entre a solidão e a humanização. Cadernos do IL, Porto Alegre, n.º 37, dezembro de 2008. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/cadernosdoil/.

GUERRA, Lidiane. Videiras de fogo: Luiz Antonio de Assis Brasil, Leitor de Josué Guimarães. 2010. 93 f.; Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade de Passo Fundo, 2010.

GONÇALVES, Ivani Calvano. Dois desafios, dois mundos: a construção da personagem feminina em Eça de Queiroz e Josué Guimarães. Universidade de Passo Fundo, 2007. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2138.

JACOBY, Sissa. A bruxa no imaginário infantil: a última bruxa de Josué Guimarães. Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 44, n. 4, p. 86-91, out./dez. 2009. Acesso em: 25 mar 2020. Disponível em: https://core.ac.uk/reader/25530405. 

KLAJN, Elisa Maria. Vidas a ferro e fogo um diálogo entre a história e a literatura. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 1999.

LUCAS, Rita de Cássia Silva; DOMINGOS, Charles Sidarta Machado. A denúncia nas obras de Josué Guimarães. ESCRITAS Vol. 5 n.1 (2013) ISSN 2238.7188.  p. 30-51. Acesso em: 25 mar 2020. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/escritas/article/view/1404/8197

LUKASZCZYK, Claudia. Representação da ideologia no romance “Os tambores silenciosos”. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 2001.

MOURA, Vanessa dos Santos. Josué Guimarães: uma análise de sua trajetória político-intelectual e de sua produção literária ficcional. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/56079

MILBRADT, Lúcia Regina da Rosa. Poder e morte: uma leitura de Erico Verissimo e Josué Guimarães. Porto Alegre: Faculdade de Letras, UFRGS, 1996.

NATH, Rosane Maria Pietrobelli. Questões de gênero em A Ferro e Fogo - Tempo de Solidão, de Josué Guimarães. 2009. 92 f.; Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo, 2009.

ORTIZ, Eduardo. Jean Roche nas entrelinhas de Josué Guimarães: a influência de a colonização alemã no Rio Grande do Sul na construção de A ferro e fogo. História em revista: revista de núcleo de documentação histórica. Vol. 23, 2017.
___. Josué Guimarães leitor de Jean Roche: Ressonâncias da Historicidade em a Ferro e Fogo. Disponível em: https://repositorio.ucs.br/xmlui/bitstream/handle/11338/1434/Dissertacao%20Eduardo%20Ortiz.pdf?sequence=1&isAllowed=y

ORTIZ, Eduardo; ALVES, Márcio Miranda. A ferro e fogo, de Josué Guimarães: Romance histórico Lukácsiano. Revista SCRIPTA Uniandrade, v. 16, n. 2, 2018.

PALAGEN, Elisângela de Britto. Os Mortágua: gênese, história e História. In: 5° Seminário Nacional de Língua e Literatura: Teoria e Ensino? Leitura, produção discursiva e multimodalidade, 2014, Passo Fundo. 5º Seminário Nacional de Língua e Literatura - 2014. Passo Fundo: UPF, 2014. p. 1-13.
___. Dom Camilo v. Peppone: Josué Guimarães, pseudônimos e vozes em conflito. Universidade de Passo Fundo, 2016.

RECH, Monica Golfetto. Notas do inacabado, uma leitura do processo de criação de A ferro e fogo, de Josué Guimarães. Universidade de Passo Fundo, 2012. Disponível em: http://10.0.217.128:8080/jspui/handle/tede/941.

REIS, Paulo Roberto de Oliveira. Phileas Fogg: Josué Guimarães viajava na crônica em jornal. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 2000.

REMÉDIOS, Maria Luiza (Org.) Josué Guimarães: o autor e sua ficção. Porto Alegre: EDIPUCRS; Editora da universidade (UFRGS), 1997.
___. “Os tambores silenciosos”: o processo de construção da narrativa. Vidya, Santa maria, v. 19, n. 33, 2000.
___. O empreendimento autobiográfico: Josué Guimarães e Érico Veríssimo. In.: As pedras e o arco: fontes primárias, teoria e história da literatura.  Regina Zilbermann et al. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2004.
___. Memórias e testemunho, pacto referencial e pacto autobiográfico: As Muralhas de Jericó, de Josué Guimarães Nonada: Letras em Revista, vol. 2, núm. 15, octubre, 2010, pp. 159-172 Laureate International Universities Porto Alegre, Brasil.

REMPEL, Marciane Cristina. A representação da mulher alemã em “A ferro e fogo” e “Videiras de cristal”. Santa Maria: Faculdade de Letras, UFSM, 2000.

RETTENMAIER, Miguel. Josué e a nuvem: o  ALJOG/UPF digitalizado (ETAPAS DE UM PROCESSO). São Paulo: Manuscrítica Revista de Crítica Genética, 2020. v. 40.

RETTENMAIER, M.; FARIAS, I. P. Depois do último trem, de Josué Guimarães: linhas e reescritas. In: Miguel Rettenmaier; Fabiane Verardi. (Org.). Tempo de ausência: 30 anos sem Josué Guimarães. 1ed. Passo Fundo: UPF Editora, 2019, v., p. 91-111.

RETTENMAIER, M.; ANDRETTA, L. M.; POTT, A. Duas Casas vizinhas em países diferentes: o diálogo possível entre Dona Anja e Memórias de Minhas Putas Tristes. In: Rosane Maria Cardoso; Rosângela Gabriel; Rafael Guimarães; Cristiane Lebler; Demétrio Soster. (Org.). Tendências contemporâneas na pesquisa em literatura: Rede Sul Letras. 1ed.Campinas: Pontes Editores, 2019, v., p. 333-346.

RETTENMAIER, Miguel. Camilo Mortágua: o andarilho da Azenha e os descaminhos da vida. Porto Alegre: Faculdade de Letras, PUCRS, 1997.
___. A cegueira das utopias e os desencantos da memória: uma leitura nas narrativas de Josué Guimarães e Ernesto Sábato. PASSO FUNDO (RS): UPF Editora, 2011.
___.A falta de Josué. Porto e Vírgula, Porto Alegre, p. 67 - 67, 30 abr. 2001.
___.A invenção da libierdade, de Josué Guimarães. Manuscrítica (São Paulo), v. 25, p. 6, 2013.
___.As muralhas de Jericó: memórias de viagem - China e União Soviética. Brasil (Porto Alegre), PUCRS Porto Alegre, v. 16, p. 75-79, 2003.
___. Josué Guimarães: escrever, ler, amar e transgredir. In: REMÉDIOS, Maria Luiza Ritzel; SILVEIRA, Regina da Costa. Redes & Capulanas: identidade, cultura e história nas literaturas lusófonas. Porto Alegre: Editora da UniRitter, 2009, p. 207-223.
___.O cavaleiro de notável figura. Zero Hora, Porto Alegre, 26 mar. 2011.
___. O cavalo cego de Josué Guimarães: um diálogo com o fantástico. Letras de Hoje (Impresso), Porto Alegre, v. 33, n.111, p. 159-173, 1998.
___.O documentário A jornada de Josué: um acervo literário em foco. Manuscrítica (São Paulo), v. 24, p. 79-86, 2013.___.Os vestígios da consciência de Josué Guimarães. Zero Hora - Caderno de Cultura, Porto Alegre, p. 04 - 04, 06 jan. 2001.
___.Para cada herói seus moinhos: Josué Guimarães e a leitura. Expressão (Santa Maria), v. 1, p. 135-141, 2008.
___. Pesquisa literária e acervo: a maldição dos manuscritos. Desenredo (PPGL/UPF),  v. 4, p. 137-145, 2008. http://www.upf.tche.br/seer/index.php/rd/article/view/701/459.
___. Riscos e Manuscritos: Um corpo estranho entre nós dois e 'O elefante de jade', de Josué Guimarães. Manuscrítica (São Paulo), v. 22, p. 38, 2012.
___. A invenção da liberdade, de Josué Guimarães. Manuscrítica (São Paulo), n.25, 2013.
___. Tempos de ausência: a falta de Josué Guimarães, a atualidade de sua obra. Correio do Povo, Porto Alegre, p. 01 - 01, 19 mar. 2016.
___.A cegueira das utopias e os desencantos da memória: Uma leitura da esperança nas narrativas de Josué Guimarães e de Ernesto Sabato. 1. ed. Passo Fundo: UPF Editora, 2011. 242 p.
___.A literatura e o jornalismo de Josué Guimarães: palavras e leituras recuperadas. In: Silvia Niederauer e Inara Rodrigues. (Org.). Brasil e Portugal: a ditadura entre luzes e sombras. 1ed.Frederico Westphalen: URI, 2015, v., p. 223-242.
___.Os leitores vigiados em Os tambores Silenciosos, de Josué Guimarães. In: Maria da Glória Bordini; Maria Luíza Ritzel Remédios; Regina Zilberman. (Org.). Crítica do tempo presente: estudo, difusão e ensino de literaturas de língua portuguesa. Porto Alegre - RS: Nova Prova Editora, 2005, v., p. 162-167.
___.O final desconhecido de Camilo Mortágua. In: XVII Seminário de Crítica Literária, XVI Seminário de Crítica do Rio grande do Sul e I Jornada Internacional de Narratologia, 2000, Porto Alegre. Anais do XVIII Seminário de Crítica Literária, XVII Seminário de Crítica do Rio grande do Sul e I Jornada Internacional de Narratologia. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2000. v. 1. p. 419-426.
___.Os Originais de Camilo Mortágua. In: III ENALB - Encontro Nacional de Acervos Literários Brasileiros, 1997, Porto Alegre. Anais do III ENALB - Encontro Nacional de Acervos Literários Brasileiros. Porto Alegre: Programa de Pós-Graduação em Letras - FALE - PUCRS, 1997. v. 01. p. 34-39.
___. Josué Guimarães e as inevitáveis noites da história. Letras de hoje. Porto Alegre, v. 36, nº 1, p. 107-115, março, 2001.

RETTENMAIER, Miguel; REMÉDIOS, Maria Luiza Ritzel. Josué Guimarães, um revisor da história. Desenredo (PPGL/UPF), v. 2, p. 117-125, 2006. http://www.upf.tche.br/seer/index.php/rd/article/view/499/306.

RETTENMAIER, Miguel; BURLAMAQUE, Fabiane Verardi  (Org.). Tempo de ausência: 30 anos sem Josué. 1. ed. Passo Fundo: UPF Editora, 2019. 203p.

RETTENMAIER, M.; FEIJO, E. T.; SAMARTIN, R. Bases de dados relacionais para o estudo da literatura: um projeto para o Acervo Literário de Josué Guimarães. In: Rogério Barbosa; Pablo Gobira; Francisco Marinho. (Org.). Múltiplas Interfaces: livros digitais, criação artística e reflexões contemporâneas. 1ed. Belo Horizonte: Scriptum, 2018, v., p. 111-129.

RETTENMAIER, M.; OLIVEIRA, E. R. F. Josué Guimarães, incursões na biblioteca pessoal de um escritor. Compêndio de Critica Genética: América Latina. 1ed.Vinhedo: Horizonte, 2015, v., p. 124-127.

RETTENMAIER, M.; BORGES, V. Leitura do discurso político de Josué Guimarães. In: 4º Encontro Rede Sul Letras, 2017, Palhoça. Anais 4º Encontro Rede Sul Letras. Palhoça: UNISUL, 2017. p. 852-862.

RETTENMAIER, M.; OLIVEIRA, E. R. F. O discurso em Camilo Mortágua. In: 4º Seminário Nacional de Língua e Literatura, 2012, Passo Fundo. Anais do 4º Seminário Nacional de Língua e Literatura. Passo Fundo: UPF Editora, 2012. v. 2.

RETTENMAIER, M.; FRIZON, J. R.  O cavalo cego: da ideia à história. In: 10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, 2011, Passo Fundo. Comunicações - 10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Passo Fundo: UPF Editora, 2011.

RETTENMAIER, Miguel; PASSOS, Rosália. Tempo de recuperar: elementos da trilogia inacabada A ferro e fogo. Compêndio de Critica Genética: América Latina. 1ed. Vinhedo: Horizonte, 2015, v., p. 128-132.
___.Tempo de angústia: as manipulações. In: 4º Seminário Nacional de Língua e Literatura, 2012, Passo Fundo. Anais do 4º Seminário Nacional de Língua e Literatura. Passo Fundo: UPF Editora, 2012. v. 2.
___.A ferro e fogo, de Josué Guimarães, tempos de leitura. In: 5º Seminário Nacional de Língua e Literatura, 2014, Passo Fundo. Anais do 5º Seminário Nacional de Língua e Literatura. Passo Fundo: UPF Editora, 2014.

RETTENMAIER, M.; PALAGEN, E. B.; CERUTTI, J. Acervo, memória e literatura: os rumos do velho Camilo. In: 10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, 2011, Passo Fundo. COMUNICAÇÕES 10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Passo Fundo: UPF Editora, 2011.

RETTENMAIER, M.; RUFATTO, D. C.;  Acervo literário e hipertexto: o processo de escrita de  Um corpo estranho entre nós dois, de Josué Guimarães. In: 3º Seminário Nacional de Língua e Literatura: e Pesquisa, 2010, Passo Fundo. Anais do 3º Seminário Nacional de Língua e Literatura: e Pesquisa. Passo Fundo: UPF Editora, 2010.

RETTENMAIER, M.; MORAES, D. B.  Dona Anja: um título de(a) história. In: 9º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, 2009, Passo Fundo. Anais 8º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Passo Fundo RS: UPF Editora, 2009.

RETTENAMIER, Miguel; KRUG, Flavia Susana. IRAMUTEQ: olhar digital, memória e acervo literário. In: Miguel Rettenmaier, Fabiane Burlamaque e Ernani Freitas. (Org.). Leitura, Literatura e Linguagens: Novas topografias textuais. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2018, v., p. 65-90.

RETTENMAIER, M.; FRIZON, J. R.  Josué Guimarães: o conto de um contador de histórias. In: 9º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, 2009, Passo Fundo. Anais do 8º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Passo Fundo: UPF Editora, 2009.

RETTENMAIER, Miguel; FANFA, Deisi. A jornada de Josué: notas de um documentário. In: Luís Augusto Fischer. (Org.). Escrever a cidade. 135 ed. Passo Fundo: UPF Editora, 2012, v., p. 115-.

RIBAS, Gabriel da Silva; FUMAGALLI, Rita de Cássia Dias Verdi; FREITAS, Ernani César. Shakespeare em É tarde para saber, de Josué Guimarães: Uma análise de textos multimodais no ensino médio. Cadernos de comunicação. Universidade de Santa Maria, v. 22, n. 2, 2018.

RODRIGUES, Leonardo do Prado. Serviços de informação ao cidadão em bibliotecas públicas: um estudo de caso na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2013. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/88827. 

SANTIN, Bruna. RETTENMAIER, Miguel. A correspondência como documento genético: O conto “Mãos sujas de terra”, de Josué Guimarães. Disponível em: https://www.upf.br/_uploads/Conteudo/seminarioleitura/artigos-2018/TEXTOS%20LITERARIOS%20Bruna%20Santin.pdf

SANTIN, Bruna. Memória e acervo: a correspondência de Josué Guimarães. (Monografia). Passo Fundo: Universidade de Passo Fundo, 2020. 
SANTIN, B. Da amizade à literatura: em busca do processo criativo. In: VI Semana do conhecimento
Universidade em transformação: integralizando saberes e experiências, 2019, Passo Fundo. Semana do Conhecimento UPF(Passo Fundo: 2019, RS) Universidade em transformação: integralizando saberes e experiências. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2019.
___. Realidade dando vida à ficção: a correspondência como documento genético. In: V Semana do
conhecimento: construindo conhecimento para a redução das desigualdades, 2018, Passo Fundo. Semana do conhecimento UPF (Passo Fundo, RS) Compartilhando e fortalecendo redes de saberes. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2018.
___. A correspondência de Camilo. In: IV Semana do Conhecimento Compartilhando e fortalecendo
redes de saberes, 2017, Passo Fundo. Semana do Conhecimento UPF (Passo Fundo, RS)
Compartilhando e fortalecendo redes de saberes. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2017.

SANTOS, Eliane dos. Da opulência à decadência: a memória mito e história em “Camilo Mortágua”. Santa Maria: Faculdade de Letras, UFSM, 2001.

SANTOS, Volnyr Silva dos. Discurso e ideologia em Josué Guimarães. Porto Alegre: Faculdade de Letras. PUCRS, 1983.

SANTOS, Pedro Brum.  Efeitos do Cômico em Tambores Silenciosos, de Josué Guimarães.  Disponível em: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/antares/article/view/3213/1842.

SILVA, Fabiane Simões da. A relação entre a Agenda 2030 da ONU e as bibliotecas públicas: um estudo na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), 2019.

SILVA, Maurício Coelho da. OLIVEIRA, Caciel Cardoso de., BORGES, Jussara, RIBEIRO, Nayamillt Gonçalves.  Proposta de Plano de Marketing para a Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. São Paulo: Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (FEBAB), 2019. v. 28. 

SECKLER, Katia Luisa. Sátira e crítica social no romance Os tambores silenciosos, de Josué Guimarães. Universidade Federal de Santa Maria. Centro de Artes e Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras, 2009.
___. O insólito na obra de Josué Guimarães: a presença do realismo maravilhoso e do grotesco. XI Congresso Internacional da ABRALIC Tessituras, Interações, Convergência. USP. São Paulo, 2008. Disponível em: http://www.abralic.org.br/eventos/cong2008/AnaisOnline/simposios/pdf/077/KATIA_SECKLER.pdf.
___. Elementos de alegoria e de sátira em Os tambores silenciosos, de Josué Guimarães. UNIOESTE, v.4, n. 4, 2008.

SILVA, Maurício Coelho da. et al. Proposta de plano de marketing para a Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Anais do CBBD, v.28,2019.

SCHREINER, Renate. Entre ficção e realidade: vozes polifônicas na construção da imagem do imigrante alemão na literatura do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Faculdade de Letras, UFRGS, 1991.

SCHIMIT, Daniela Reupert dos Santos. Josué Guimarães: a obra infantil de um formador de leitores. 2009. 132 f.; Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo, 2009.

VICINIESCKI, Bruna. Polifonia e vozes em Edmundo o pescador: representação da periferia em Josué Guimarães. In: Anais do I Congresso Brasileiro Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia.
Anais Diamantina(MG) Online, 2020. Disponível em: <https//www.even3.com.br/anais/icobicet2020/260659-
POLIFONIA-E-VOZES-EM-EDMUNDO-O-PESCADOR--REPRESENTACAO-DA-PERIFERIA-EM-JOSUE-
GUIMARAES>. Acesso em: 15 out. 2020.

ZILBERMAN, Regina. Literatura gaúcha. Temas e figuras da ficção e da poesia do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: L&PM, 1985.
___.A literatura no Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 3 ed. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1992.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos

CAPPELARI, G.; RETTENMAIER, M. A Mulher Imigrante na Obra De Josué Guimarães. In: XVIII MIC UPF, 2008, Passo Fundo. Anais da XVIII Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2008. v. 1.
___.O Escritor formador de leitores: Josué Guimarães e as Jornadas de Passo Fundo. In: XVII Mostra de Iniciação Científica, 2007, Passo Fundo. Anais da XVII Mostra de Iniciação Científica, 2007.
___.O folhetim histórico de Josué Guimarães: É tarde para saber e Amor de Perdição. In: XVII Mostra de Iniciação Científica, 2007, `Passo Fundo. Anais da XVII Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo RS: UPF Editora, 2007
___.Um corpo estranho entre nós dois. In: XVII Mostra de Iniciação Científica, 2007, Passo Fundo. Anais da XVII Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2007.

FARIAS, I. P.; RETTENMAIER, M.  Depois do último trem: leituras, traçados e manuscritos. In: IV Seminário Internacional de Estudos Literários (SINEL); Seminário Nacional de Estudos Literários (SENAEL) e V Seminário de Estudos Literários da Região Sul (SELIRS) Vozes e escrituras: confluências, 2015, Frederico Westphalen. Anais do V Seminário Nacional de Estudos Literários (SENAEL), Seminário de Estudos Literários da Região Sul (SELIRS), Seminário Internacional de Estudos Literários (SINEL): vozes e escrituras: confluências. Frederico Westphalen: URI? Frederico Westph, 2015. p. 1374-1381.

FRIZON, J. R.; RETTENMAIER, Miguel. Josué Guimarães: Contista e Romancista. In: XVIII MIC UPF, 2008, Passo Fundo. XVII Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2008.

MORAES, D. B.; RETTENMAIER, M. A Escrita De Josué Guimarães: Contrastes Entre A Obra Literária Dona Anja E Sua Versão Original. In: XVIII MIC UPF, 2008, Passo Fundo. Anais XVIII MIC UPF - Evolução e diversidade. Passo Fundo: UPF Editora, 2008. v. 1.

PALAGEN, Elisângela de Britto. Os Mortágua: a dinastia sem descendentes no século das catástrofes. In: XIII Mostra de Iniciação Científica- Ciência: reescrevendo a história, 2013, Passo Fundo. Anais da XIII Mostra de Iniciação Científica- Ciência: reescrevendo a história, 2013.
___.Às margens da história: manuscritos, esquemas e espaços em Camilo Mortágua. In: XXII Mostra de Iniciação Científica- Ecossustentabilidade, 2012, Passo Fundo. 
___. Os Mortágua: a dinastia sem descendentes no século das catástrofes. In: XXIV SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRGS, 2012, Porto Alegre. Anais do XXIV SALÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2012, 2012.
___. Josué Guimarães: do dossiê à homepage. In: III Congresso Internacional de leitura e literatura infantil e juvenil, 2012, Porto Alegre. Anais do III Congresso Internacional de leitura e literatura infantil e juvenil, 2012.
___. Os Mortágua: a dinastia sem descendentes no século das catástrofes. In: XXI Mostra de Iniciação Científica- A pesquisa unindo conhecimentos, 2011, Passo Fundo. Anais da XXI Mostra de Iniciação Científica- A pesquisa unindo conhecimentos, 2011.
___. Os rumos do velho Camilo: um estudo do romance de Josué Guimarães. In: 10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, 2011, Passo Fundo. Anais do 10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, 2011.
___. Acervo, memória e literatura: os rumos do velho Camilo. In: XX Mostra de Iniciação Científica- Ciência para o desenvolvimento sustentável, 2010, Passo Fundo. Anais da XX Mostra de Iniciação Científica- Ciência para o desenvolvimento sustentável, 2010.

RETTENMAIER, M.; FARIAS, I. P.  Depois do último trem: o processo criativo de Josué Guimarães. In: XXIII Mostra de Iniciação Científica UPF, 2013, Passo Fundo. Anais XXIII Mostra de Iniciação Científica UPF. Passo Fundo: UPF Editora, 2013.

RETTENMAIER, M. l; FRANZONI, S. R.  Dona Anja: A voz das margens do corpo. In: XXIII Mostra de Iniciação Científica da UPF, 2013, Passo Fundo. Anais XXIII Mostra de Iniciação Científica da UPF. Passo Fundo: UPF Editora, 2013.

RETTENMAIER, M.; PASSOS, R.  Os livros de Josué: História e ficção em A Ferro e Fogo. In: XXIII Mostra de Iniciação Científica UPF, 2013. Anais XXIII Mostra de Iniciação Científica UPF. Passo Fundo: UPF Editora.
___.O curandeiro e o escritor: as manipulações em A ferro e fogo. In: XXII Mostra de Iniciação Científica, 2012, Passo Fundo. Anais do XXII Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2012.

RETTENMAIER, M.; PALAGEN, E. B.; SANTOS, E. Os Mortágua: a dinastia sem descendentes no século das catástrofes. In: XXI Mostra de Iniciação Científica, 2011, Passo Fundo. A pesquisa unindo conhecimentos. Passo Fundo: UPF Editora, 2011.
___. Os Mortágua: a dinastia sem descendentes no século das catástrofes. In: XXIII Mostra de Iniciação Científica UPF, 2013, Passo Fundo. Anais XXIII Mostra de Iniciação Científica UPF. Passo Fundo: UPF Editora, 2013.

RETTENMAIER, M.; RUFATTO, D. C.  Acervo literário e hipertexto: o processo de escrita de. In: XX Mostra de Iniciação Científica da UPF, 2010, Passo Fundo. Anais da XX Mostra de Iniciação Científica da UPF. Passo Fundo: UPF Editora, 2010.

RETTENMAIER, M.; PALAGEN, E. B.; CERUTTI, J.  Acervo, memória e literatura: os rumos do Velho Camilo. In: XX Mostra de Iniciação Científica da UPF, 2010, Passo Fundo - RS. Anais da XX Mostra de Iniciação Científica da UPF. Passo Fundo: UPF Editora, 2010.

RETTENMAIER, M.; CAFRUNI, F.  A Volta Ao Mundo Em 8 Crônicas: O Phileas Fogg de Josué Guimarães. In: XIX Mostra de Iniciação Científica, 2009. XIX Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2009.

RETTENMAIER, M.; FRIZON, J. R.  "O Cavalo Cego": Da Ideia à História. In: XIX Mostra de Iniciação Científica, 2009. "O Cavalo Cego": Da Ideia À História. Passo Fundo: UPF Editora, 2009.

RETTENMAIER, M.; MORAES, D. B.  Dona Anja: Transgressão e Recepção. In: XIX Mostra de Iniciação Científica, 2009, Passo Fundo. XIX Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2009.

 TAVARES, Enéias Farias. Intervenções do texto bíblico no romance Em tempo de solidão, de Josué Guimarães. V. 33, n. 1, 2011.

ZAWASKI, Tatiane Peres; ROSA, Lúcia Regina Lucas da.  A evocação da memória do personagem Camilo Mortágua na obra de Josué Guimarães. Web Revista Linguagem, Educação e Memória. v.11, n. 11, 2016.

Resumos publicados em anais de congressos

BURLAMAQUE, Fabiane Verardi; BARTH, Pedro Afonso; BELTRAME, Marisete Tramontina. Josué Guimarães em três tempos. In: XX Mostra de Iniciação Científica: construindo o futuro através da Ciência, 2010, Passo Fundo. Ciência para o desenvolvimento sustentável. Passo Fundo: Editora da Universidade de Passo Fundo, 2010.
FARIAS, I. P. JOSUÉ GUIMARÃES: UM 'INÉDITO' JOGO DE DAMAS. In: VI SEMANA DO CONHECIMENTO UPF, 2019, Passo Fundo. Mostra de Trabalhos de Pós-Graduação, 2019.
___.'Amor e Revolução': Um inédito de Josué Guimarães. In: III Semana do Conhecimento: Universidade e Comunidade em Transformação, 2016, Passo Fundo. Letras e Artes, 2016.
___. Depois do último trem, de Josué Guimarães: Manuscrito e Magia. In: II Semana do Conhecimento: Integrando Praticas, Transversalisando Saberes, 2015, Passo Fundo. Letras e Artes, 2015.
___. Depois do último trem: o processo criativo de Josué Guimarães. In: XXIII Mostra de Iniciação Científica - Ciência: Reescrevendo a História, 2013, Passo Fundo. Ciências Humanas, Sociais Aplicadas, Letras e Artes, 2013.

RETTENMAIER, M.; PALAGEN, E. B. Às margens da história: manuscritos, esquemas e espaços em Camilo Mortágua. In: XXII Mostra de Iniciação Científica, 2012, Passo Fundo. Anais do XXII Mostra de Iniciação Científica. Passo Fundo: UPF Editora, 2012.

RETTENMAIER, Miguel. Camilo Mortágua e o desencanto como arma de resistência. In: V ENALB - Encontro Nacional de Acervos Literários Brasileiros, 2001, Porto Alegre. Caderno de Resumos do V ENALB - Encontro Nacional de Acervos Literários Brasileiros. Porto Alegre: Programa de Pós-Graduação em Letras, 2001. v. 01. p. 08-08.
___.Riscos e manuscritos: um corpo estranho entre nós dois e o “elefante de Jade", de Josué Guimarães. Manuscrítica, n. 22, 2012. Disponível em: http://revistas.fflch.usp.br/manuscritica/article/view/1150. 

SANTIN, B.; FARIAS, I. P.  O Dedo Verde de Josué Guimarães. In: III Semana do Conhecimento: Universidade e Comunidade em Transformação, 2016, Passo Fundo. Letras e Artes, 2016.

SILVA, Caroline Domingos; RETTENMAIER, Miguel. Casa Grande Senzala:  a faceta literária e a crítica social do jornalismo de Josué Guimarães. Universidade de Passo Fundo, 2018. 

Apresentações de Trabalho/Comunicações

FARIAS, I. P. Josué Guimarães: um 'inédito' Jogo de damas. 2019. 
___.'Amor e Revolução': Um inédito de Josué Guimarães. 2016. 
___. Depois do último trem de Josué Guimarães: Manuscritos e Magia. 2015. 
___. Depois do último trem: o processo criativo de Josué Guimarães. 2013. 

FARIAS, I. P.; RETTENMAIER, M.  Depois do último trem: leituras traçados e manuscritos. 2015. 
___. Depois do último trem: nos trilhos do processo criativo de Josué Guimarães. 2013.

KRUG, F. S. JOSUÉ MARQUES GUIMARÃES: Jornalismo e realidade? Literatura e fantasia? REI. REVISTA DE EDUCAÇÃO DO IDEAU, v. 12, p. 01-13, 2017.
___. Breves elucidações sobre a escrita jornalística de Josué Guimarães com a participação do Software IRAMUTEQ. 8° Seminário Nacional e 2° Seminário Internacional Língua e Literatura: Conversas Remotas. Passo Fundo: UPF, 2020.

RETTENMAIER, Miguel. Josué Guimarães na 'Roda de Conversa'. 2016. 

RETTENMAIER, M.; FARIAS, I. P.  Depois do último trem: leituras, traçados e manuscritos. 2015. 

RETTENMAIER, M.; PALAGEN, E. B.  A Nau dos Inocentes, de Josué Guimarães: O silêncio e o diálogo. 2015. 

RETTENMAIER, M.; FEIJO, E. T.; SAMARTIN, R. Bases de dados relacionais para o estudo da literatura: um projeto de Catalogador ao Acervo Literário de Josué Guimarães (ALJOG/UPF). 2014. 

RETTENMAIER, M.; PASSOS, R.  A ferro e fogo, de Josué Guimarães: Tempos de leitura. 2014. 

RETTENMAIER, M.; PALAGEN, E. B.; SANTOS, E.  Josué Guimarães: do dossiê à homepage. 2012. 

RETTENMAIER, M.; RUFATTO, D. C. Acervo literário e hipertexto: o processo de escrita em Um corpo estranho entre nós dois, de Josué Guimarães. 2010. 

RETTENMAIER, M.; RUFATTO, D. C.  Censura e autocensura em Josué Guimarães. 2010. 

RETTENMAIER, M.; FRIZON, J. R.  Josué Guimarães: o conto de um contador de histórias. 2009. 

RETTENMAIER, M. Cartas a um não tão jovem escritor: a correspondência de Josué Guimarães. 2008. 
___. Para cada herói seus moinhos: Josué Guimarães e a leitura. 2007.
___. Os leitores vigiados em Os tambores silenciosos, de Josué Guimarães. 2003. 
___.Camilo Mortágua, originais, esboços e planos da construção da narrativa. Porto Alegre: PUCRS, 1999.

Produções artísticas/culturais

RETTENMAIER, Miguel; RÖSING, Tania M K ; FANFA, Deisi. A Jornada de Josué. 2011 (Documentário).

RETTENMAIER, M.; RÖSING, T. ; SBEGEN, M. L. Josué Guimarães 90 anos. 2011 (Exposição - Jornada Nacional de Passo Fundo).

RETTENMAIER, Miguel. Utopia e descanto em Os tambores silenciosos de Josué Guimarães. 2001 (Palestra).
___.Camilo Mortágua e o desencanto como arma de resistência. 2001 .
___.O final desconhecido de Camilo Mortágua, 2000. 
___.A obra A ferro e fogo e a utopia da terra nova, 2000. 
___.A literatura no Rio Grande do Sul: a obra de Josué Guimarães, 1999.
___.Os originais de Camilo Mortágua, 1997.
___.A literatura infanto-juvenil como discurso ideológico, 1997. 
___.O herói degradado em Camilo Mortágua de Josué Guimarães, 1996.

SILVA, M. R. da; BURLAMAQUE, F. ; RÖSING, Tania M K ; FARIAS, I. P.; Santin, Bruna. Tempo de ausência: 30 anos sem Josué Guimarães. 2016 (Exposição).

SBEGHEN, M. ; PASSOS, R. ; RÖSING, T. M K ; FARIAS, I. P. ; PALAGEN, E. B. ; OLIVEIRA, C. ; BORGES, V. ; MARTINS, W. W. ; PRASS, L. ; RETTENMAIER, M. Tempo de ausência: 30 anos sem Josué Guimarães. 2016 (exposição).

Eventos, seminários, congressos, exposições e feiras

AZAMBUJA, Isabella Kessler. et al. A mediação de leitura na perspectiva da inclusão social na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. 1º Seminário Luso-Brasileiro de Educação Inclusiva: o ensino e a aprendizagem em discussão. Disponível em: http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/14641/2/A_mediacao_de_leitura_na_perspectiva_da_inclusao_social_na_Biblioteca_Publica_Municipal_Josue_Guimaraes_BPMJG.pdf.

FARIAS, I. P.; RETTENMAIER, M.  Tempo de ausência: 30 anos sem Josué Guimarães. 2016. 

KRUG, F. S. IRAMUTEQ e jornalismo: leituras inovadoras. 2018. 

RETTENMAIER, M. XI Congresso Internacional da APCG (Associação de Pesquisadores de Crítica Genética). Josué Guimarães, incursões na biblioteca pessoa de um escritor. 2013. 
___.XI Congresso Internacional da APCG (Associação de Pesquisadores de Crítica Genética). Tempo de recuperar: elementos da trilogia inacabada A ferro e fogo. 2013. 
___.XI Congresso Internacional dos Pesquisadores em Crítica Genética. O documentário A jornada de Josué: um acervo literário em foco. 2013. 
___.XIII Congresso Internacional da Abralic. A memória de Malu: autobiografia, acervo literário e afeto. 2013.
___.4º Seminário Nacional de Língua e Literatura. Tempo de angústia, manipulações. 2012. 
___.O discurso de Camilo Mortágua. 2012. 
___.III Congresso Internacional de Leitura e Literatura Infantil e Juvenil. Josué Guimarães: do dossiê à homepage. 2012.
___.Seminário de Escrita Literária do Século XXI: novas mídias exigem novos leitores .Os novos leitores e a nova produção literária. 2012. 
___.10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Acervo, memória e literatura: os rumos do velho Camilo. 2011. 
___.10º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural O cavalo cego: da ideia a história. 2011.
___.III Seminário Nacional de Língua e Literatura. Acervo literário e hipertexto: o processo de escrita de Um corpo estranho entre nós dois, de Josué Guimarães. 2010. 
___.8º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural. Josué Guimarães: o conto de um contador de histórias. 2009. 
___.Dona Anja: um título de(a)história. 2009. 
___.XIX Mostra de Iniciação Científica. A Volta Ao Mundo Em 8 Crônicas: O Phileas Fogg De Josué Guimarães. 2009. 
___.XVIII MIC UPF.A Escrita De Josué Guimarães: Contrastes Entre A Obra Literária Dona Anja E Sua Versão Original. 2008. 
___.XVIII MIC UPF. Josué Guimarães: o Contista e o Romancista. 2008. 
___.XVIII MIC UPF.A Mulher Imigrante Na Obra De Josué Guimarães. 2008. 
___. III Simpósio Nacional de Literatura e Informática - UEL. Literatura comparada e interatividade Digital. 2007.
___.VI Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio. A webquest e a leitura. 2007.
___.XI Encontro da ABRALIC 2007. Para cara herói seus moinhos: Josué Guimarães e a leitura. 2007. 
___.XVII Mostra de Iniciação Científica. Folhetim histórico de Josué Guimarães, É tarde para saber e Amor de Perdição. 2007.
___. Um corpo estranho entre nós dois": Um corpo estranho na obra de Josué Guimarães. 2007. 
___.Um corpo estranho entre nós - o teatro de Josué Guimarães. 2007. 
___.Escritor formador de leitores: Josué Guimarães e as Jornadas de Passo Fundo. 2007. 
___.55ª Seminário de Estudos Avançados da UFSM- Sociedade e história em Josué Guimarães. A ficção de Josué Guimarães. 2006. 
___.Josué Guimarães: vencendo tempos e fronteiras - PUCRS. Josué Guimarães: um revisor da história. 2006. 
___.XXII Seminário Brasileiro de Crítica Literária e XXI Seminário de Crítica do Rio Grande do Sul. Josué Guimarães e Os tambores silenciosos. 2004. 

Dissertações de Mestrado em andamento
 
FARIAS, Israel Portela de. Os inéditos de Josué Guimarães: o caso dos contos. Início: 2019.  (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo.

HESSEL, Lucas. Praga, trevas e telas: Dying Light's, Camus e Conrad. Início: 2018. (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo. 

MARINS, Loreci Alves. Os tambores silenciosos: a construção do narrador. Início: 2019. (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo. 

MARTINELLI, Eduarda. Literatura e experiência: o caso dos youtubers. Início: 2018. (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo. 

VICINIESCKI. Bruna. Autobiografia no Carandiru. Início: 2019. (Mestrado em Letras) - Universidade de Passo Fundo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 

Teses de Doutorado em andamento

KRUG, Flávia Susana Krug. IRAMUTEQ em acervo literário: a imprensa de Josué Guimarães. Início: 2018.  (Doutorado em Letras) - Universidade de Passo Fundo. 

OLIVEIRA, Evelise Pinto Rosa Faraco. Literatura e experiência: ler, escrever e conversar. Início: 2019.  (Doutorado em Letras) - Universidade de Passo Fundo. 

SILVEIRA, Mariane Rocha. Alas para volar: um estudo de caso sobre experiências de leitura em espanhol na era da ubiquidade. Início: 2019.  (Doutorado em Letras) - Universidade de Passo Fundo. 

Iniciação científica em andamento

RIBEIRO, Caroline Camargo. Acervo literário: leitura e catalogação. Início: 2019. (Graduanda em Letras) - Universidade de Passo Fundo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 

INSCREVA-SE