Universidade

UPF promove abertura da edição 2020 do Pibid

28/10/2020

15:21

Por: Assessoria de Imprensa

Fotos: Freepik

Universidade foi selecionada com três subprojetos envolvendo dez cursos de licenciatura, que desenvolverão atividades em seis escolas da rede pública de Passo Fundo

A Universidade de Passo Fundo (UPF) promoveu, na última segunda-feira, dia 26 de outubro, a abertura da edição 2020 do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – Pibid/Capes/UPF. O encontro on-line contou com a participação de professores, estudantes e representantes da Coordenadoria Regional de Educação e da Secretaria Municipal de Educação de Passo Fundo.

Encontro on-line marcou abertura do Pibid 2020

Nesta edição do programa, a UPF foi selecionada com três subprojetos interdisciplinares, envolvendo os cursos de licenciatura em Artes, Ciências Biológicas, Educação Física, Filosofia, Física, História, Letras, Matemática, Música e Pedagogia. Os subprojetos desenvolverão atividades em parceria com seis escolas da rede pública (estadual e municipal) de Passo Fundo.

O vice-reitor de Graduação da UPF, professor Dr. Edison Alencar Casagranda, destacou o esforço de todos os coordenadores de curso e equipe envolvida, que permitiu que o projeto fosse encaminhado e a UPF fosse selecionada entre as universidades contempladas para a execução do Pibid. “O projeto Pibid tem uma história bem importante na Universidade. O primeiro edital contou com a participação dos cursos de Pedagogia,Letras, Matemática, Química e Física e depois foi redesenhado envolvendo todas as licenciaturas da instituição”, disse o professor, destacando a relevância do projeto para a formação dos acadêmicos. “Vale evidenciar o trabalho que foi feito ao longo dessa década nas escolas parceiras e, mais que isso, uma evolução muito importante que repercute na forma como organizamos os currículos na graduação e como repensamos a própria construção do conhecimento dentro dos cursos de licenciatura da UPF. O caráter interdisciplinar do Pibid, já implantado desde o edital anterior, é algo que precisa ser olhado de perto e tomado como exemplo para que possamos pensar ainda melhor e mais profundamente os nossos currículos institucionais”, destacou.

A representante da Coordenadoria Regional de Educação, Helena da Gloria Pieri, destacou durante o encontro a importância do projeto para escolas. “Sou defensora do Pibid, acredito muito nesse programa. Sei que muitas mãos trabalharam para que ele tivesse continuidade e, quanto à UPF, sei que não mediu esforços para que continuasse acontecendo um programa tão importante para os cursos de licenciatura”, disse.

A professora Ivânia Campigotto Aquino, coordenadora de área e representante da Secretaria Municipal de Educação, também salientou os impactos da atuação dos acadêmicos nas escolas municipais. “A proposta que vem há algum tempo se desenvolvendo nas escolas da rede municipal é muito importante. Apesar do Pibid acontecer em algumas escolas, ele não se restringe aquele espaço, porque, de alguma forma, a iniciativa, o trabalho a inovação se espalham para as demais escolas”, pontuou.

O coordenador institucional do Pibid-Capes/UPF, professor Dr. Gerson Luís Trombetta, destacou a importância de todos os agentes que compõem o projeto. “A formação nunca é algo que acontece apenas na mente isolada de um indivíduo. O processo de formação, além de envolver trabalho intelectual, inclui o constante trabalho em equipe e os momentos de interação com as escolas-campo. O processo formativo dos licenciandos, assim, acontece em rede. É uma construção coletiva, onde sonhos e aprendizados são compartilhados. Essa foi a mentalidade que atravessou nossos debates e gerou o projeto institucional”, afirmou.

Pibid 2020 na UPF

A UPF foi selecionada com três subprojetos ou núcleos: um núcleo formado pelos cursos de Educação Física, Matemática e Pedagogia; um núcleo formado pelos cursos de Física, Biologia e História; e, outro núcleo, formado pelos cursos de Artes, Música, Filosofia e Letras. Cada um deles está conveniado com duas escolas e possui coordenadores de área (professores da universidade) e supervisores (professores das escolas conveniadas).

Programa possibilita que acadêmicos possam vivenciar a ambiente escolar 

O que é o Pibid?

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) oferece bolsas de iniciação à docência aos alunos de cursos presenciais que se dediquem ao estágio nas escolas públicas e que, quando graduados, se comprometam com o exercício do magistério na rede pública. O objetivo é antecipar o vínculo entre os futuros mestres e as salas de aula da rede pública.

Benefício na formação

O Pibid Capes-UPF é um convênio iniciado em 2010, que promove o contato dos estudantes bolsistas com o ambiente escolar, reconhecendo e interagindo com as potencialidades e demandas da escola pública desde o início de sua formação profissional nos cursos de licenciatura integrantes do Programa. Dessa forma, os futuros professores vivenciam experiências compreendendo o funcionamento e a realidade escolar, qualificando também as ações relativas às metodologias a serem utilizadas em sala de aula.

Benefício financeiro

O PIBID é um projeto financiado pela Capes e prevê bolsas mensais para coordenadores de área, supervisores e acadêmicos dos cursos de licenciatura (selecionados em edital específico). Na edição atual, o projeto PIBID-Capes/UPF distribuiu 48 bolsas para alunos com valor de R$ 400,00 por mês.

INSCREVA-SE