Notícias UPF

Visita técnica leva acadêmicos da UPF à Inspetoria da Receita Federal do aeroporto Salgado Filho

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação/Natália Ortiz Pizzaro

Uma atividade prática foi realizada na última quinta-feira, dia 16 de maio, integrando os acadêmicos da disciplina de Direito Tributário Empresarial, dos cursos de Ciências Contábeis, Administração e Engenharia de Produção da Universidade de Passo Fundo, dos campi Passo Fundo e Casca. Acompanhados pela professora Dra. Harti Nadir Schreiner, os acadêmicos realizaram uma visita técnica guiada à Inspetoria da Receita Federal e alfândega do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Para a professora, que propôs a atividade, o aprendizado foi fundamental para todos os participantes, no sentido de verificar os procedimentos da Seção de Vigilância Aduaneira. O grupo foi recebido pelo auditor-fiscal Ricardo Leal Prates de Sans Zanotto, que explicou tanto sobre a liberação de bagagens para passageiros oriundos do exterior quanto sobre a quota de produtos isentos e produtos que podem ser adquiridos em free shops.

O grupo também foi recebido em outros departamentos. O auditor fiscal Kleber José dos Santos, chefe da Seção de Administração Aduaneira, fez uma explanação dos procedimentos de liberação de cargas, e o auditor fiscal Milton Santos Oliveira, supervisor da Exportação, explicou as regras para exportação e formas de liberação.

Além desses, os acadêmicos estiveram com o supervisor do Controle de Cargas, o auditor Protásio Bocchese Guazzelli, que comentou sobre os procedimentos práticos da liberação de cargas. “Ele frisou que a Receita Federal está à disposição para esclarecer dúvidas às pessoas e empresas que trabalham na área, tudo para que haja o desembaraço rápido dos produtos”, cita a professora que acompanhou a turma.

Agregar conhecimento

A atividade, para Harti, foi fundamental também para desmistificar os procedimentos alfandegários. “Muitos acadêmicos tinham a impressão que seria bem mais complexo, no entanto, perceberam que os procedimentos estão todos bem descritos no site da Receita e que as orientações devem ser observadas com cuidado e atenção para que os procedimentos sejam resolvidos de forma mais eficiente e rápida”, aponta.

A visita, segundo ela, se encaixa no currículo da disciplina de Direito Tributário Empresarial, considerando que os cursos envolvidos precisam verificar na prática os procedimentos. “Foi muito importante para analisar todo o processo de liberação tanto de produtos de exportação quanto de importação, já que muitos dos acadêmicos participantes possivelmente irão trabalhar nessa área”, justifica a professora, que agradeceu aos envolvidos na atividade.