Notícias UPF

Acadêmicos do curso de Direito Campus Casca visitam o Presídio Regional

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Os acadêmicos do III nível do curso de Direito da Universidade de Passo Fundo (UPF), Campus Casca, na disciplina de Direito Penal II, participaram, na última segunda-feira, 13 de maio, de uma visita técnica ao Presídio Regional de Passo Fundo. Os acadêmicos foram acompanhados pelos professores Me. Nadya Tonial e Dra. Josiane Petry Faria.

A programação prosseguiu com palestra sobre a realidade do sistema prisional com as psicólogas da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Miriane Schmitz e Fabiane Bernardi. Após desenvolveu-se um debate que contou com a participação do presidente do Conselho da Comunidade do sistema penitenciário, também professor da UPF, Me. Vinicius Toazza.

 Aproveitando a visita a Passo Fundo, os acadêmicos visitaram a exposição “Amor que mata – do sonho ao pesadelo do feminicídio no RS”, localizada no portal das Linguagens, Campus I UPF. A mostra, por meio das obras e de textos, aborda o tema da violência contra a mulher no estado. 

Por fim, os alunos foram recebidos pelo vice-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, professor Dr. Rogerio da Silva, que destacou a oportunidade ofertada para os acadêmicos. “Atividades como essas, só são possíveis em uma universidade, os estudantes devem aproveitar todas as oportunidades para obter uma sólida formação”, disse.

Para o acadêmico Dioni Peretti Comin foi muito importante participar das atividades. “A visita técnica ao presídio nos proporcionou um importante momento de contato com a realidade, ou seja, a aproximação entre a teoria e a prática, acrescentando conhecimento à formação”, pontuou.  A acadêmica Juliane Sordi Belenzier também ressaltou a importância de atividades extracurriculares para formação profissional. “A visita ao presídio foi essencial para a minha vida acadêmica, tive a oportunidade de ver na prática o que é falado em sala de aula e conhecer a realidade do sistema carcerário”, contou.

A professora Josiane, enfatizou que a experiência proporcionada aos acadêmicos tem o intuito de colaboração para a formação acadêmica, mas também humanística dos estudantes. “ Nós demonstramos que existem outros olhares, outras maneiras de aprender e ensinar e que o acadêmico da UPF Campus Casca usufrui e participa de todas as atividades que a Universidade dispõe. Foi uma atividade aonde os acadêmicos se mostraram motivados, participativos, interrogativos e com certeza tiveram um aproveitamento e uma correlação entre experiência prática e teórica, entre Arte e Direito, entre sociedade e Direito, que é fundamental para uma formação que associe ensino pesquisa e extensão”.