Notícias UPF

Avaliação de pastagem tem início no Cepagro

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

O Centro de Extensão e Pesquisa Agropecuária (Cepagro) da Universidade de Passo Fundo (UPF) segue desenvolvendo diversas atividades em conjunto com empresas. Uma das mais recentes é a que marcou o início da avaliação de pastagem, executada juntamente com a Yara Fertilizantes e a Laticínios Stefanello, com o objetivo de demonstrar as vantagens do aporte correto de fertilizantes premium e sua relação com a maior produção de alimento à pasto.

Além do envolvimento das empresas, o trabalho contou com a participação de acadêmicos da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária (FAMV), como os estudantes Victor Balsan Costa e Janile de Fátima Pilatti. Conforme Costa, a pastagem plantada na área do Cepagro foi o milheto 6010 Adriana. “A escolha desse milheto foi porque ele é resistente ao pisoteio dos animais de grande porte. Ainda, utilizamos na base o fertilizante da Yara, YaraMila, e logo após o primeiro pastejo, aplicamos a lanço o YaraBela”, conta, complementando que serão avaliadas as Massas Verde (M.A.) e Seca (M.S.) e que toda a ação tem como propósito fazer uma área de pastejo para as vacas de lactação do Cepagro, o que, consequentemente, irá melhorar a qualidade do leite.  

Segundo o gerente de Desenvolvimento de Mercado da Yara Fertilizantes, Jorge Felipe R. Stachoviack, a atividade, que deve ter continuidade no inverno, visa gerar informação tanto para os estudantes quanto para os produtores de leite da região, para que possam adotar melhores tecnologias que potencializem resultados, produzindo mais alimento com rentabilidade. De acordo com ele, o processo ajuda toda a cadeia produtiva.

Para Costa, participar desse experimento contribui com sua aprendizagem, no sentido de ter conhecimento para se ter um bom manejo com a pastagem. “Aprendo sobre a janela de plantio correto dessa cultura, bem como sobre a adubação correta para o solo que irá receber a cultura, e a possível aplicação de defensivos agrícolas, dependendo das pragas que irão aparecer”, comenta o acadêmico.  

Parceria em outras ações
Outra prática do Cepagro feita junto à Yara Fertilizantes e à Laticínios Stefanello foi a que mostrou a diferença de fertilizantes especiais na cultura do milho para a produção de silagem, que servirá como alimento para as vacas de leite. “Obtivemos um resultado muito positivo trabalhando com produtos como YaraMila e YaraBela dentro da cultura, que obtiveram produtividades superiores ao tratamento convencional”, destaca Stachoviack.