Notícias UPF

Ovo para todos os gostos

  • Por: Alessandra Pasinato
  • Fotos: Alessandra Pasinato

Destacando as características nutricionais e os benefícios à saúde, curso de Medicina Veterinária da UPF celebrou nesta terça-feira, 9 de outubro, o Dia do Ovo

Cozido, frito ou mexido para quem é mais prático na cozinha. Poché, assado, na gemada, em conserva ou frigido para quem gosta de incrementar. Em massas, pães, bolos e com amplo uso culinário, o ovo é ingrediente em preparações de receitas doces e salgadas e seu consumo chega a quase 200 unidades por habitante a cada ano. Apropriando conhecimento sobre o ovo, o curso de Medicina Veterinária da Universidade de Passo Fundo (UPF) realizou, na manhã desta terça-feira, dia 9 de outubro, a 1ª edição do Lanche do Dia do Ovo.

Uma iniciativa do professor Dr. Fernando Pilotto, realizada durante a semana do Dia Mundial do Ovo, celebrada de 8 a 12 de outubro, a ação buscou integrar conhecimento sobre esse alimento de origem animal e, ainda, oportunizou um momento de degustação entre os acadêmicos do curso. “Com esse evento, buscamos oportunizar a divulgação desse nobre produto que faz parte da nossa alimentação para que a comunidade acadêmica amplie seu conhecimento”, ressalta Pilotto.

Dia Mundial do Ovo

O Dia Mundial do Ovo é sempre comemorado na segunda sexta-feira do mês de outubro de cada ano, data instituída pela Comissão Internacional de Ovos e pela Organização Mundial da Indústria e Produção de Ovos, que congrega mais de 60 países ao redor do mundo. A Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav) é um dos membros da Organização e foi uma das apoiadoras do evento realizado na UPF. Este ano, o dia especial para produção mundial de ovos será comemorado em 12 de outubro e terá como tema principal uma homenagem a “Uma dúzia de profissões maravilhosas”.

A coordenadora do curso de Medicina Veterinária da UPF, professora Dra. Laura Rodrigues, destaca a importância de promover momentos diferenciados para os acadêmicos. “A Asgav enaltece o alimento que é considerado o mais completo depois do leite materno e que muitas vezes não é valorizado. Com iniciativas como essa, mostramos o envolvimento do curso e da nossa profissão na produção avícola e na alimentação, evidenciamos que o alimento vem do campo e do sistema de produção”, afirma ela, pontuando que, com o mote da campanha de 2018, também é possível valorizar o médico-veterinário, além de homenagear outras profissões que têm relação com o consumo. Ainda, a ação tem a participação ativa dos acadêmicos. “É gratificante ver o envolvimento dos estudantes na realização do evento, com um forte sentimento de pertencimento”, conclui.

Ovo, nutricionalmente saudável

Um alimento nutritivo e que já gerou muita discussão na área de pesquisa de alimentos, o ovo foi considerado vilão da alimentação, até que pesquisas recentes encerraram o debate e definiram que o alimento é importante por vários fatores, entre eles favorecer a perda de peso, conservar os músculos, resguardar artérias, proteger a visão e preservar a memória.

Para alertar sobre a importância nutricional do ovo na alimentação, a programação da 1ª edição do Lanche do Dia do Ovo da UPF contou com a palestra da professora Me. Valéria Hartmann, coordenadora do curso de Nutrição, que versou sobre os valores nutricionais do ovo. Além desse tema, a culinária do ovo também foi abordada pela professora Me. Cíntia Gris, do curso de Nutrição, que explanou sobre as diferentes formas de consumo. “O ovo é fonte de proteína, tem todos os aminoácidos essenciais e pode substituir a carne em relação à sua composição ou ser um complemento. Tem lipídios e a maior parte das gorduras são ácidos graxos insaturados. Além disso, é composto por vitaminas, ácido fólico, minerais como potássio, cálcio e magnésio, além de compostos bioativos, substâncias importantes na prevenção de doenças”, informa Valéria.

A professora do curso de Medicina Veterinária Dra. Luciana Ruschel versou sobre os cuidados na compra e na conservação dos ovos. Dentre as dicas dada pela professora, estão cuidados simples, como não lavar os ovos em casa, pois eles já são limpos pelas empresas, e guardar na geladeira, mas não na porta. Além disso, recomenda não consumir ovos trincados, tendo em vista que a possibilidade de contaminação é maior, e sempre consumir ovos bem cozidos.

Egg Break

“Porque o meu nome é ovo, sobrenome frito, ovo frito, ovo frito”. O refrão da paródia criada pelos próprios acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da UPF embalou o momento de confraternização após as palestras. Denominado de “Egg Break”, o lanche contou com degustação de diferentes tipos de pratos produzidos com ovos, preparados durante as atividades pelos acadêmicos do curso com o auxílio de professores.