Fundação UPF

Setembro Amarelo na UPF é marcado por ações de cuidado, bem-estar e saúde mental

28/09/2022

15:30

Por: Assessoria de Imprensa

Fotos: Jéssica França e Filippe de Oliveira Martins

“Dia D” da campanha “Encorajar” ocorreu nesta quarta (28)

A Divisão de Gestão de Pessoas da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF) dá sequência à série de ações da campanha “Encorajar”, que incentiva a prevenção da saúde com os funcionários por meio da abordagem de diferentes temas a cada mês. Em alusão ao Setembro Amarelo, destinado à valorização da vida e à prevenção ao suicídio, durante esta quarta-feira (28), foi realizado o “Dia D”, com uma programação repleta de oficinas e rodas de conversa sobre práticas de cuidado, bem-estar e saúde mental.

As atividades contemplaram oficinas de meditação (transmitida também para os campi), escalda pés, auriculoterapia, reconhecendo nossos sentimentos, óleos essenciais, além das rodas de conversa a respeito do uso racional de medicamentos de controle especial e do bem-estar e promoção de saúde.

Acadêmica do curso de Psicologia da Universidade de Passo Fundo (UPF), Stefany Ansolin integra a “Liga Acadêmica de Saúde, Espiritualidade, Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (LASEPICS)” da UPF, parceira do “Dia D”. Ela ministrou a oficina de meditação. “A meditação é uma prática milenar. O principal objetivo é que a gente consiga promover o relaxamento, a tranquilidade do corpo e da mente. No ambiente de trabalho, é uma oportunidade de ofertar para o colaborar um momento de tranquilidade. Isso ressalta e valoriza o trabalho dele na Instituição e promove vínculo, e faz com que ele volte para o ambiente de trabalho com tranquilidade e alegria”, comenta.

A coordenadora da “Liga de Psicologia Social e da Saúde (LAPPS)” da UPF, professora Me. Marina Pitágoras Lazaretto, ministrou a oficina reconhecendo nossos sentimentos, na qual os participantes puderam expressar suas emoções e participar das oficinas de escalda pés e auriculoterapia. Segundo a docente, a atividade foi pensada com o intuito de romper com uma barreira comum na vida das pessoas, que é não expressar o que se está sentindo, por vários motivos, tais como não ter uma cultura de poder falar o que sente e pela cultura de repressão dos sentimentos, já que isso pode demonstrar fraqueza. “Então, achamos que seria muito simbólico, dentro de uma instituição do tamanho da Universidade, poder proporcionar um espaço onde se possa refletir sobre o quanto é importante falar o que sentimos, para evitar um adoecimento mais grave, aliviar as dores, que às vezes são psíquicas, não só físicas. A ideia é oportunizar um ambiente de escuta do que as pessoas estão sentindo e também de cuidado”, destaca.

Além da Divisão de Gestão de Pessoas, da LASEPICS e LAPPS, a ação do Setembro Amarelo contou com a parceria dos cursos de Farmácia e Estética e Cosmética e da “Liga Acadêmica de Psiquiatria (LAPSIQUE)”.

Conheça a campanha “Encorajar”
A campanha “Encorajar” é uma iniciativa contínua que liga 12 tonalidades com os 12 meses do ano. Desde o início de 2022, diversas temáticas foram debatidas com a comunidade da UPF: o Janeiro Branco alertou para assuntos relacionados à saúde mental e emocional; o Fevereiro Roxo debateu a respeito das doenças crônicas, como Lúpus, Alzheimer e Fibromialgia, e a importância do diagnóstico precoce; o Março Azul Marinho trouxe a discussão sobre o câncer colorretal; o Abril Verde foi dedicado à saúde e segurança no ambiente de trabalho; e o Maio Amarelo destacou a prevenção de acidentes de trabalho.

Já o Junho Vermelho foi marcado pela mobilização da doação de sangue; o Julho Amarelo preveniu contra as hepatites virais; e o Agosto Dourado sensibilizou sobre o aleitamento materno.

INSCREVA-SE