Geral

Muzar/UPF marca presença no Fórum dos Colegiados Setoriais de Cultura do RS

11/12/2019

14:09

Por: Assessoria de Imprensa

Fotos: Colegiado Setorial de Museus

A Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul, com o apoio da Federação das Associações de Municípios do RS (Famurgs), retoma o processo de construção de políticas públicas para a área de cultura, por meio dos Colegiados Setoriais. Desde o primeiro semestre, o governo do estado articula para preencher as vagas de representantes dos Colegiados, e, nesse contexto, realizou, na última segunda-feira, 9 de dezembro, o Fórum dos Colegiados Setoriais de Cultura do RS, na Cinemateca Paulo Amorin da Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre. O evento contou com a participação do Museu Zoobotânico Augusto Ruschi da Universidade de Passo Fundo (Muzar/UPF), através da responsável técnica do museu, a bióloga Flávia Biondo, que representou a 3ª Região Museológica.

No fórum, reuniram-se os colegiados dos doze segmentos: Artes Visuais, Audiovisual, Artesanato, Culturas Populares, Circo, Diversidade Linguística, Dança, Livro, Memória e Patrimônio, Museus, Música e Teatro. Cada Colegiado Setorial possui um regimento próprio. No Colegiado Setorial de Museus, seus representantes contemplam as seguintes esferas: a) Federal: cursos em Museologia da UFRGS e da UFPEL; b) Estadual: Sistema Estadual de Museus do Rio Grande do Sul (SEM/RS) e museus da SEDAC; e c) Municipal: Sistemas Municipais de Museus; e representantes da sociedade civil, como as Sete Regiões Museológicas, o Conselho Regional de Museologia da 3ª Região (COREM 3ª Região), a Rede de Educadores em Museus (REM/RS); e a Associação Nacional dos Profissionais de História Seção RS (ANPUH-RS) - GT Acervos.

A 3ª Região Museológica é representada pelo Museu Regional do Alto Uruguai (MuRAU/ URI/Erechim), como titular, e pelo Muzar, como suplente. Os colegiados terão o ano de 2020 para a construção das políticas junto à sociedade. O próximo passo será a realização da Pré-Conferência, marcada para o primeiro trimestre do ano que vem. No segundo e terceiro trimestres, serão realizados encontros regionais. O calendário será concluído no quarto trimestre, com a realização da Conferência Estadual de Cultura.

INSCREVA-SE