Notícias UPF

Parceria entre UPF e Prefeitura de Passo Fundo realiza testes da Covid-19

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Jéssica França

Professores e funcionários de escolas de educação infantil da rede privada realizam testes em preparação ao retorno às aulas

A Universidade de Passo Fundo (UPF), reafirmando seu caráter comunitário, participa de mais uma ação como apoiadora no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Nesta semana, por meio de uma parceria com a Prefeitura de Passo Fundo, a Universidade está realizando testes rápidos do novo coronavírus.

Os testes são realizados pelo Laboratório de Análises Clínicas Escola (Labe), do curso de Farmácia, aos professores e funcionários de escolas de educação infantil da rede privada de Passo Fundo. “Desde o início da mobilização nacional para o enfrentamento da Covid-19, a UPF tem trabalhado em diferentes frentes no combate à pandemia, e por isso firmou mais uma parceria com a Prefeitura de Passo Fundo, envolvendo o curso de Farmácia que, por meio do Labe, está realizando testes rápidos para Covid-19. Esse teste tem um importante papel no mapeamento do status imunológico da população, contribuindo de forma positiva na mitigação do vírus”, disse a coordenadora do curso de Farmácia, professora Dra. Miriam Teresinha Knorst.

Conforme a farmacêutica bioquímica responsável técnica do laboratório, Salua Younes, na segunda-feira (26), a equipe passou por um treinamento, iniciando os testes na terça-feira (27). “Contamos com o auxílio de seis estudantes do curso de Farmácia e destacamos que a UPF sempre colabora com a comunidade, e essa é mais uma contribuição para que o atendimento das escolinhas possa voltar com segurança”, afirmou.

O Laboratório realiza mais de 100 testes diariamente, nos turnos da manhã e da tarde. Além de beneficiar a comunidade, a experiência é positiva para a formação dos acadêmicos da UPF. “Estamos muito contentes em participar dessa experiência, podendo ajudar nessa época de pandemia”, disse a estudante do 8º nível do curso de Farmácia, Tania Paula Baruffi.

Testes rápidos da Covid-19 são realizados em trabalhadores das escolas de Educção Infantil 

Benefício para a comunidade

De acordo com a secretária de Saúde de Passo Fundo, professora Dra. Carla Beatrice Crivellaro Gonçalves, os testes foram custeados pelo município, proporcionando que o retorno às aulas seja mais seguro. “É uma parceria importante, com a participação da prefeitura sendo organizada pela coordenadora da Vigilância em Saúde Marisa Zanatta. Estiveram no Labe duas enfermeiras que trabalham na rede e mais um recepcionista. Fornecemos todos os insumos e nesta sexta-feira (30) se conclui a testagem naquelas escolas que tinham o plano de contingência aprovado e que haviam sido vistoriadas pela Vigilância Sanitária, estando de acordo com o plano de contingência”, explicou a secretária de Saúde.

Acadêmicos do curso de Farmácia participam da realização de testes da Covid-19

Conforme Carla, a parceria foi importante porque facilitou o processo de realização dos testes, trazendo mais segurança para os profissionais que atuarão junto às crianças.

A testagem gratuita foi avaliada positivamente pelos profissionais que atuam em escolas de educação infantil. “Acho muito legal que a prefeitura tenha disponibilizado esse teste. Com a volta às aulas estamos preocupadas, mas vamos torcer para dar tudo certo”, disse a funcionária da Escola de Educação Infantil Semear, Juliana de Mello.

Segundo a diretora da Escola de Educação Infantil Ciranda Cirandinha, Veridiana Viebrantz Cervi, todo o planejamento do retorno às atividades vem sendo acompanhado pela Vigilância em Saúde do município. “Achamos bem positiva a realização dos testes. A Vigilância em Saúde nos contatou, houve toda organização para o agendamento dos testes.  Estamos recebendo as orientações em todos os processos para que a reabertura das escolas possa acontecer com segurança”, disse.

Testes

O resultado dos testes fica pronto em 20 minutos. Os testes rápidos para Covid-19 avaliam a presença de dois tipos de anticorpos diferentes, IgG e IgM. A realização do teste consiste na coleta e no manuseio de algumas gotas do sangue da pessoa a ser testada. O sangue é exposto ao reagente que, quando entra em contato com os anticorpos, muda de cor. Caso a pessoa tenha produzido anticorpos para o novo coronavírus, duas faixas coloridas aparecerão no mostrador e o resultado é positivo. Caso o sangue não apresente anticorpos, aparece apenas uma faixa e o resultado é negativo. Os professores e funcionários já saem com os resultados da testagem realizada pela UPF.