Notícias UPF

Engenharia da Produção participa do Desafio Simulation

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

O curso de Engenharia de Produção da Universidade de Passo Fundo (UPF) está participando do II Desafio Simulation. A competição iniciou em janeiro deste ano, onde o curso de Engenharia está concorrendo na categoria Lean Board. Na última semana, a equipe recebeu a informação de que está entre as duas equipes finalistas na competição nacional do Desafio Lean Simulation 2017, categoria Lean Board.

De acordo com o orientador da equipe, professor Me. Anderson Hoose, o curso iniciou sua preparação no mês de março, finalizando o trabalho no final de julho. O I Desafio Lean Simulation iniciou em 2016 com duas equipes, na categoria Lean Board Game, premiadas em primeiro e segundo lugar em nível nacional. “No ano passado, participaram duas equipes, cada uma formada por dois alunos e dois professores. Neste ano, estamos com uma equipe, formada por três alunos e um professor”, contou.

O Desafio é uma competição nacional de elaboração de exercícios e cenários relacionados à Engenharia de Produção e Gestão de Fábrica, utilizando o jogo Lean Board. Com a utilização do jogo, as equipes buscam junto às indústrias e demais setores um caso real, envolvendo um problema a ser solucionado, e fazem a adaptação da realidade ao cenário do jogo, buscando simular e resolver o problema encontrado no chamado “chão de fábrica”, com o uso das ferramentas da manufatura enxuta, como: mapeamento de processo, cálculo da eficiência de trabalho dos operadores, redução do estoque de material em processo, dentre outras. “A importância do uso desse jogo tanto na competição quanto em disciplinas que são ministradas no curso da Engenharia de Produção está em proporcionar ao aluno um cenário no qual ele e a equipe podem interagir e solucionar problemas, aplicando na prática o conteúdo ministrado em sala de aula”, destacou.

Pelas regras do Desafio, a equipe precisa ser formada por três integrantes. A equipe UPF é formada pelos acadêmicos Edimara da Silva, Julia Favretto e Cezar Petri, sob a orientação do professor Hoose.