Notícias UPF

Divulgados os vencedores do Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães e os finalistas do Prêmio Literário Cidade de Passo Fundo

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Leonardo Andreoli

Na grande lona do Espaço Suassuna, foram conhecidos os autores durante a abertura da 16ª Jornada Nacional de Literatura, que aconteceu na noite dessa segunda-feira, dia 2 de outubro

Literatura é empatia, paixão e reconhecimento. A valorização da produção literária e dos escritores é objetivo comum do 14ª Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães e do Prêmio Literário Cidade de Passo Fundo. Na noite dessa segunda-feira (2), durante a abertura da 16ª Jornada Nacional de Literatura, o Espaço Suassuna recebeu os vencedores do Concurso e os finalistas do Prêmio.

Pelo 14º Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães, foram vencedores Beatriz Leal Craveiro, de Brasília, e Frederico Dollo Linardi, de Porto Alegre, os melhores entre os 1.274 inscritos. Beatriz, o primeiro lugar, ganhou R$ 5.000,00, o Troféu Roseli Doleski Pretto e um e-reader Kindle. Já Frederico recebeu R$ 3.000,00, o Troféu Roseli Doleski Pretto e um e-reader Kindle. Os trabalhos foram julgados por uma comissão indicada pelas instituições promotoras. Os contos premiados ainda poderão ser editados em antologia organizada pelo Instituto Estadual do Livro, a ser publicada em coedição com a Fundação Universidade de Passo Fundo e a Prefeitura de Passo Fundo.

Segundo a diretora do Instituto Estadual do Livro (IEL), Patrícia Langlois, o Concurso continua ampliando e reconhecendo, em novas edições, muitos escritores. "Há 31 anos, não contamos com a presença de Josué Guimarães, uma lacuna na literatura produzida no RS, o que lamentamos. Mas, ao mesmo tempo, nos enchemos de alegria ao constatar que suas ações continuam a frutificar estimulando jovens escritores e contistas em formação a tornarem públicos seus escritos neste Concurso, que se transformou em um dos mais prestigiados Brasil, além de inspirar outros", destaca Patrícia.

Voltado para a produção local, o Prêmio Literário Cidade de Passo Fundo recebeu obras de poesia, conto, romance e crônica, as quatro categorias em que autores passo-fundenses se inscreveram. Na ocasião, foram anunciados os três finalistas de cada categoria:
Romance
Agostinho Both – “Aquiles o inconstante”
Odilon Caneda Alvares – “A seita do Diabo”
Odilon Garcez Ayres – “Cavalo de guerra açoriano”


Crônica
Pablo Morenno – “Flor de Guernica”
Marlon Batista Moraes – “Papa Francisco! Crônicas de um pai estreante”
Eduardo Albuquerque – “É para copiar? Tragicomédia da vida escolar”


Poesia
Júlio Perez – “Agreste avena”
Marlene Kremer – “Um eu poético”
Moacir Luís Araldi – “Interlúdios”


Contos
Luciana Lhullier – “No coração da floresta”
Christian David – “Filme proibido”
Marco Aurélio Barbiero – “O compadre Graxaim na batalha dos cafundós”

Os três primeiros lugares de cada categoria serão conhecidos na 31ª Feira do Livro de Passo Fundo, que acontecerá de 3 a 12 de novembro de 2017. A comissão julgadora é composta por membros, escritores e representantes de entidades culturais, sob coordenação da professora Dra. Fabiane Verardi Burlamaque, uma das coordenadoras das Jornadas Literárias.

Para o secretário de Cultura, Pedro Almeida, o Prêmio Literário Cidade de Passo Fundo é uma conquista dos escritores passo-fundenses. “O Prêmio contempla as metas do Plano Municipal de Cultura e tem o objetivo de incentivar e valorizar os escritores locais. Quem ganha sempre é a cultura e a literatura com esse tipo de ação”, destaca ele.

O prêmio será no valor de R$ 5 mil para cada categoria, num total de R$ 20 mil. Em cada categoria, serão selecionadas três obras literárias, e o autor da obra selecionada será contemplado com prêmio em dinheiro nos valores de: 1º lugar – R$ 2.500,00; 2º lugar – R$ 1.500,00; 3º lugar – R$ 1.000,00.

29 anos de histórias
Iniciado em 1988, o Concurso Nacional de Contos Josué Guimarães homenageia o jornalista e escritor sul-rio-grandense que apoiou a criação e a expansão das Jornadas Literárias de Passo Fundo, que se realizam a cada dois anos desde 1981 e busca também valorizar a criação literária no Brasil. O Concurso é destinado a contistas, com obras publicadas ou não, que apresentem textos inéditos, não publicados inclusive na internet. A promoção é da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel/RS), por meio do Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com a Universidade de Passo Fundo (UPF) e a Prefeitura de Passo Fundo.

Um marco dos 160 anos
Em 2017, além de ser ano de Jornadas Literárias, Passo Fundo completa 160 anos. Para oferecer uma programação diferenciada, a Prefeitura de Passo Fundo lançou o Prêmio Literário Cidade de Passo Fundo, que busca valorizar e incentivar a produção literária local. Abrangendo as categorias de poesia, conto, romance e crônica, o prêmio é destinado a autores que moram na cidade ou que tenham publicado obras no município.