Notícias UPF

UPF concede título de Doutora Honoris Causa à Lenita Wannmacher

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Gelsoli Casagrande

A ex-professora, médica e pesquisadora Lenita Wannmacher recebeu, do Conselho Universitário da Universidade de Passo Fundo (UPF), nesta terça-feira, 5 de dezembro, o título de Doutora Honoris Causa. A sessão solene de outorga foi realizada nas dependências da Faculdade de Medicina (FM), Campus II, reunindo diversos convidados.

Com uma vasta carreira dedicada à saúde, Lenita atuou na FM e no Instituto de Ciências Biológicas da UPF, além de outras instituições de ensino superior. Ainda, foi membro de importantes comitês de especialistas internacionais, inclusive da Organização Mundial da Saúde e da Comissão Científica em Vigilância Sanitária da Anvisa. “É uma imensa honra estar aqui hoje. Quando recebi estsa notícia, foi uma surpresa. Senti uma enorme alegria e gratidão. Agradeço a todos, principalmente aos meus queridos filhos e aos amigos que vieram de longe para compartilhar este momento. Os agradecimentos não se restringem ao presente. Eles percorrem os 22 anos que vivi nesta Universidade. Ensinamos, ao longo desse tempo, um número grande de alunos queridos e especiais”, comentou emocionada a homenageada.

Presente na solenidade, o reitor e presidente do Conselho Universitário José Carlos Carles de Souza destacou que o período em que Lenita atuou na Instituição foi marcante. “A UPF concede uma significativa homenagem que engrandece e dignifica a sua belíssima história. Às vésperas de completar seu cinquentenário como Universidade, em cerimônia solene, outorga à senhora Lenita Wannmacher o título de Doutora Honoris Causa. Queremos enaltecer a simbologia desse ato, reverenciando, em primeiro plano, a aceitação do convite por parte da ilustre homenageada, fato que honra não apenas a Faculdade de Medicina como proponente, mas toda a Universidade de Passo Fundo. Depois, a oportunidade de ressaltar a sua trajetória acadêmica e profissional, que registra atividade docente junto ao Instituto de Ciências Biológicas e à Faculdade de Medicina, somado a tantos outros reconhecimentos recebidos ao longo da sua jornada”, mencionou.

O trabalho referente à pesquisa da ex-professora, o qual inclui publicações científicas, também foi citado pelo reitor. “Os resultados alcançados com seus estudos e experimentos sobre o uso racional de medicamentos merecem anotação especial. O exercício dessas atividades tornou-a uma das mais respeitadas profissionais no estudo, na pesquisa e na divulgação de questões relacionadas à saúde humana e ao uso racional de medicamentos”, disse José Carlos.

Merecido reconhecimento

Segundo a vice-reitora de Graduação Rosani Sgari, a sessão foi carregada de emoção, afeto, e, fundamentalmente, de ações de uma pessoa que está à altura do título concedido. “A sua fala foi surpreendente e tocante, porque sua experiência de vida profissional realmente contribuiu, sobremaneira, com a saúde do nosso país e com a saúde internacional. A Lenita é uma pessoa cuja dimensão é difícil de descrever, com um currículo brilhante, resultado de sua efetiva contribuição para com a saúde. Isso não tem preço, é maravilhoso e digno de ser reconhecido”, afirmou.

A ação de Lenita com a saúde também foi lembrada pela vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários Bernadete Dalmolin. “A homenagem é merecidíssima. A professora foi uma pessoa disruptiva na área da saúde. Ela mudou o rumo da saúde pública no Brasil, em consonância com outros países, na medida em que foi pioneira na medicina baseada em evidências e em questões ligadas à racionalidade dos medicamentos, trazendo grandes benefícios para a coletividade, uma vez que nós precisamos de toda essa ciência e tecnologia a serviço da saúde e da produção de vida. A Lenita, junto com um grupo, dedicou uma vida na busca de conhecimentos, bem como na divulgação, preparação e formação de profissionais de saúde para que tudo isso pudesse ser difundido em todos os recantos do Brasil”, observa.

O vice-reitor Administrativo Agenor Dias de Meira Junior enfatizou a dedicação de Lenita em todas as atividades. “Em sua fala, a professora Lenita deu uma lição de vida a todos nós, como professora, pesquisadora, educadora e médica. Fiquei encantado com a pessoa que ela é e com a sua história de vida”, pontuou.

Diretor da FM, Gilberto Bortolini apresentou aos convidados a carreira de Lenita Wannmacher, destacando as suas várias virtudes. “A outorga do título de Doutora Honoris Causa à Lenita é um marco na nossa história. Ela foi muito mais do que uma professora; foi uma grande personalidade, com características de humildade, elegância, delicadeza, compartilhamento, acolhimento e convívio com os colegas. É uma homenagem direcionada à pessoa certa. Estamos muito felizes e esperamos que ela sirva como exemplo para todos os nossos alunos e professores e para os envolvidos no processo de ensino-aprendizagem na Universidade”, finalizou.

A sessão solene ainda contou com a presença da secretária de Saúde de Passo Fundo, Carla Beatrice Crivellaro Gonçalves, que representou o prefeito do município, Luciano Azevedo; do vereador Marcio Patussi, representando a presidência da Câmara de Vereadores; de diretores de unidades e de campi, professores, familiares e amigos de Lenita. A Big Band Comunitária da UPF fez uma apresentação aos presentes.