Notícias UPF

Configurações familiares no processo de aprendizagem é tema de painel na UPF

  • Por: Jéssica França
  • Fotos: Jéssica França

Curso de Qualificação Docente promoveu palestra com o professor, psicanalista e terapeuta Abraham Turkenicz

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio da Vice-Reitoria de Graduação (VRGRAD) e do Setor de Apoio Pedagógico (SAP), promove a terceira edição do Curso de Qualificação Docente. Na noite dessa segunda-feira, 8 de janeiro, foi realizado um painel com o professor Abraham Turkenicz, que falou sobre o tema “Configurações familiares no século XXI e o impacto na docência”.  

O Curso de Qualificação Docente busca fortalecer a formação pedagógica dos professores da UPF, possibilitando que, nas férias acadêmicas, os docentes debatam temas ligados a questões metodológicas, educação inclusiva, políticas de ensino superior e práticas educacionais, entre outras questões relevantes para o desempenho como educador. 

Segundo a vice-reitora de Graduação da UPF, professora Rosani Sgari, é importante fomentar as mudanças culturais e metodológicas dos profissionais. “Nós entendemos que participar de um curso de formação docente continuada é a força motriz das mudanças, da capacidade de adaptação da Instituição, e que isso impulsiona o professor a promover transformações nas suas metodologias em sala de aula e no seu comportamento enquanto docente. É de uma importância indiscutível e impossível de ser quantificada porque nos leva a transformações e nos mostra os caminhos do futuro”, destacou. 

A família no século XXI

De que modo o contexto familiar influencia nos processos relacionais e de aprendizagem? Como os referenciais afetivos, emocionais e psicológicos oriundos das novas configurações familiares impactam na docência? Esses foram alguns dos questionamentos debatidos no painel com Turkenicz. 
O médico psicanalista explica que a família tem experimentado muitas modificações, tendo uma variedade de alternativas e configurações diferentes, e esclarece que, por esse motivo, é um tema de reflexão em diferentes lugares no mundo. 

A importância da família no processo de aprendizagem é relevante, de acordo com Turkenicz, em razão de que ela funciona como uma espécie de referência afetiva inicial, necessária para a aquisição do conhecimento. “As famílias mais atuais têm tido uma relação diferente com figuras de autoridade, com separações, experimentando vidas de diferentes formas. As figuras de autoridade antigamente conhecidas ficaram como parte desse universo, porém, com uma nova possibilidade de conviver com alternativas atuais. Nesse contexto, o tema acaba impactando também no professor, que recebe questionamentos porque  também é uma figura de autoridade”, aponta.

Abraham Turkenicz

Médico, psicanalista e terapeuta de casais e famílias. Já atuou como professor de Terapia Familiar na Faculdade de Psicologia da PUCRS; é membro fundador e docente de terapia familiar no Centro de Estudos, Atendimento e Pesquisa da Infância e Adolescência (Ceapia) de Porto Alegre, desde 1980. Palestrante em vários simpósios, congressos e seminários sobre assuntos familiares. Autor do livro Organizações familiares: contextualização histórica da família ocidental.