Notícias UPF

Enfermagem UPF comemora 40 anos com homenagens

  • Por: Jéssica França
  • Fotos: Gelsoli Casagrande

Professores, alunos e funcionários foram homenageados por auxiliar na construção das quatro décadas de história do curso de Enfermagem

A Universidade de Passo Fundo(UPF), por meio do Instituto de Ciências Biológicas (ICB), comemorou, na terça-feira (24), os 40 anos do curso de Enfermagem. A cerimônia integrou o XVII Simpósio de Administração e Gestão dos Serviços de Enfermagem e ocorreu no auditório Biomédico, Campus II. A abertura do encontro contou com a apresentação da Big Band UPF e foi marcada por discursos e homenagens.

Estiveram presentes no encontro a vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, professora Dra. Bernadete Dalmolin; a diretora do ICB, professora Dra. Jurema Schons; a coordenadora do curso de Enfermagem, professora Dra. Mara Regina Tagliari Calliari;  a representante do Conselho Regional de Enfermagem do RS, conselheira Nelci Dias; a chefe de enfermagem do Hospital da Cidade, Janete Rodigheri; a gerente de enfermagem do Hospital São Vicente de Paulo, Liege Silveira Dutra; e a chefe de enfermagem do Hospital Beneficente Dr. César Santos, Keiti Garbin; além de acadêmicos, professores, funcionários e lideranças da área da saúde.

De acordo com a vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, o curso é um divisor quando se pensa no desenvolvimento da saúde em Passo Fundo e região, pela enorme contribuição em formação profissional, capacitação e atendimento sensível aos pacientes. “A enfermagem trabalha com o conceito amplo de saúde, tendo um viés muito forte na prevenção, na assistência, na gestão e na educação, e esse conjunto de dimensões foi sendo desenvolvido pelos diferentes serviços. Considero institucionalmente que o curso de Enfermagem é um divisor de águas em relação à saúde em toda a região”, destacou.

A diretora do ICB lembrou, em seu discurso, a criação da unidade acadêmica, relatando que, em 1977, iniciou o curso de Enfermagem e Obstetrícia na UPF. “Ao longo de sua criação, o Instituto de Ciências Biológicas tem honrado o compromisso com a formação de pessoas para que atuem como agentes de transformação por onde passam”, afirmou. 
Emocionada, a coordenadora do curso, professora Mara, lembrou da contribuição dos primeiros professores da graduação e das dificuldades enfrentadas no início da profissão, destacando que o curso tem a preocupação de formar alunos para atendimento das necessidades básicas do ser humano. “É uma grande alegria nós podermos comemorar os 40 anos de um curso que tem uma tradição de dedicação e serviços prestados à comunidade, pautado nos princípios do SUS. O curso de Enfermagem começou com sua história por meio da reforma sanitária do SUS no município e vemos que, nessa trajetória, temos muito bons resultados, com 62 turmas formadas e aproximadamente dois mil alunos que concluíram o curso de Enfermagem”, disse. 

Enfermagem: a arte do cuidado 

Além da diretora do ICB e da coordenadora do curso, receberam homenagens pelo seu trabalho voltado ao desenvolvimento da graduação ex-diretores do Instituto de Ciências Biológicas, ex-coordenadores do curso de Enfermagem, professores da primeira turma, ex-professores, professores atuais, Conselho Regional de Enfermagem e funcionários.  “A história da Enfermagem na UPF tem muita ligação com a da saúde no atendimento à população. Quando iniciamos o curso, o número de enfermeiros era pequeno e a qualidade da saúde deixava a desejar. Gradativamente, isso foi mudando. A saúde evoluiu e hoje a grande maioria dos hospitais e unidades básicas da região tem enfermeiros da nossa Universidade”, comentou o ex-professor Luiz Antonio Bettinelli, que atuou durante 40 anos como docente na Universidade.

A qualidade da formação proporcionada pelo curso foi destacada pelo egresso Juliano de Carvalho Lima. “É uma honra estar prestigiando esse momento, foi uma formação muito importante para mim, porque tive a oportunidade de estar em contato com as várias áreas. A enfermagem tem um mercado amplo, o que favoreceu minha inserção no mercado de trabalho”, contou Lima, que também participou do Simpósio como palestrante numa aula magna sobre os desafios para a ciência, tecnologia e inovação em saúde. 

No dia 24 de outubro, o Simpósio também realizou um ato de homenagem, entregando a um representante da cada uma das 60 turmas uma lembrança pela contribuição com o desenvolvimento do curso de Enfermagem. “Promovemos palestra com foco na gestão em ensino, homenageando egressos do curso”, contou o acadêmico do 7º nível do curso de Enfermagem, Carlos Eduardo dos Santos.