Aspectos biopsicossociais do envelhecimento humano

AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DA ACUPUNTURA, OZONIOTERAPIA E DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE NO TRATAMENTO DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR
Descrição: Dentre as dores orofaciais crônicas, as disfunções temporomandibulares (DTM) são as mais comuns. Pacientes com DTM relatam que a dor é sentida nos músculos da mastigação, área pré-auricular ou na própria articulação temporomandibular (ATM). Além disso, podem apresentar movimentos mandibulares limitados, não coordenados ou assimétricos e ruídos na ATM como estalos e crepitações. Por se tratar de uma doença multifatorial, a DTM pode estar relacionada a vários fatores, dentre eles: fatores estruturais, emocionais, oclusais, parafuncionais ou degenerativos. Existem vários tipos de tratamentos indicados para as DTM, e a maioria deles tem efeito na diminuição da dor, no relaxamento muscular e no aumento da abertura bucal. Vários métodos de tratamento são estudados e utilizados, entre eles: placa miorrelaxante, toxina botulínica, eletroterapia, fisioterapia, laser de baixa intensidade, acupuntura, e tratamentos cirúrgicos em alguns casos. Porém, a literatura com estudos clínicos controlados ainda é controversa no que diz respeito aos tratamentos das DTMs com esses tipos de métodos. Diante do exposto, este trabalho se propõe avaliar a efetividade da acupuntura, da ozonioterapia e do laser de baixa intensidade, na percepção da dor, na autopercepção de estresse e na melhoria da qualidade de vida dos pacientes que sofrem com disfunção temporomandibular (DTM).


BIOÉTICA ÉTICA E O PROCESSO DE MORTE E MORRER, CUIDADO, FELICIDADE E ENVELHECIMENTO HUMANO
Descrição: O propósito desta pesquisa, de caráter bibliográfica, especulativa e prática, de postura interdisciplinar, procura compreender alguns fundamentos da bioética, como o processo da morte e o morrer, o sentido da morte como possibilidade existencial, a eutanásia, a distanásia e o ortotanásia, o cuidado, a felicidade e o processo do envelhecimento humano ativo e saudável. Como temática transdisciplinar ao projeto, descreveremos e apresentaremos os bens necessários para a constituição da felicidade humana para todas as idades, de acordo com o itinerário dos principais sistemas éticos teleológicos ocidentais. Em forma de leituras e discussões sobre uma série de artigos, livros e textos clássicos, com encontros semanais, com discentes e docentes de diferentes áreas do saber (humanas e da saúde), produzir-se-á relatórios de pesquisas e textos para posteriores publicações e subsídios para a disciplinas de graduação e pós-graduação da UPF.


EDUCAÇÃO GERONTOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA PROMOTORA DA INTERAÇÃO MULTIGERACIONAL PARA O VIVER E ENVELHECER SAUDÁVEL
Descrição: A partir da compreensão de que uma sociedade multigeracional pujante e equitativa exige o compromisso e o empenho de diversas instâncias sociais, especialmente a educacional, no sentido de despertar uma consciência gerontológica expressa por meio de atitudes positivas e facilitadoras, com forte senso de corresponsabilidade, para uma ética solidária e de cuidado interpessoal e intergeracional se propõem o desenvolvimento de projeto de pesquisa integrado intitulado educação gerontologica como estratégia promotora da interação multigeracional para o viver e envelhecer saudável. Este estudo será desenvolvido em instituições públicas e/ou privadas, constituintes dos cenários sociais educativos do município de Passo Fundo e a população será composta pelos profissionais que compõem o quadro funcional destas instituições e/ou os usuários de sua prestação de serviço. A investigação justifica-se pela finalidade de promoção de uma consciência gerontológica que desenvolva e/ou fortaleça ações e interações pautadas na solidariedade, no respeito, na cooperação e no cuidado interpessoal diante da multigeracionalidade social, bem como pela possibilidade de instauração de um pensar crítico-reflexivo pelos sujeitos promovendo a percepção sobre o impacto de suas ações na coletividade e do quanto às mesmas reverberam sobre si mesmos.


ENVELHECIMENTO, EDUCAÇÃO E SAÚDE
Descrição: Este projeto busca compreender o processo de viver e envelhecer das pessoas no contexto social e de saúde, a partir de diferentes cenários de pesquisas interdisciplinares, envolvendo os Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia da UPF, USP e UNICAMP, pautado em envelhecimento saudável e felicidade, em autoeficácia de Bandura e em letramento funcional em saúde. A pesquisa é do tipo integrada, “guarda-chuva”, multicêntrica, que propõe desenvolver estudo exploratório, transversal e analítico descritivo, pautada na abordagem do desenho misto de pesquisa, que combina dados quantitativos e informações qualitativas, modelo sugerido por Creswell e Clark (2013). Os participantes de Passo Fundo, RS, serão idosos dos grupos de convivência CREATI-UPF, CREJUTI e COMAI e profissionais e usuários das Unidades Básicas de Saúde- Estratégia Saúde da Família, que responderão a questionário semiestruturado por meio de entrevista individual, agendada previamente, respeitando os preceitos éticos em pesquisa. Os dados e informações sofrerão análise de conteúdo quando qualitativos e análise estatística quando quantitativos, conforme a proposta de desenho misto. Os resultados serão devolvidos através de momento agendado com os participantes e por publicações em periódicos da área, apresentação de trabalhos em eventos.


PADRÕES DE ENVELHECIMENTO FÍSICO, COGNITIVO E PSICOSSOCIAL EM IDOSOS QUE VIVEM EM DIFERENTES CONTEXTOS
Descrição: Pesquisa Vinculada ao Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (PROCAD). Edital nº 071/2013/CAPES. ASSOCIADA II. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Envelhecimento Humano/ UPF; ASSOCIADA I. Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia/UCB; PROPONENTE-Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia-UNICAMP. Trata-se de um projeto guarda-chuva capaz de abrigar subprojetos específicos contemplando diversos desfechos. Estudo de corte transversal com idosos longevos residentes em instituições de longa permanência (ILPI), com o objetivo de determinar a prevalência e as relações entre variáveis de risco e proteção para fragilidade, cognição, variáveis demográficas, socioeconômicas, clinicas, indicadores de reserva cognitiva, condições de saúde física, sintomas depressivos e recursos sociais. Serão realizadas medidas de autorrelato, clínicas, de desempenho, força de preensão palmar e antropométricas por pessoal treinado. Os dados serão submetidos a análises descritivas, univariadas, bivariadas e análises de regressão. O nível de significância adotado será de 5%. Os subprojetos serão enviados ao CEP da UPF. Todos os participantes do estudo assinarão o TCLE.

TRABALHO, PROCESSOS DE VIVER E DE ENVELHECER: IMBRICAÇÕES ENTRE O TRABALHO DECENTE E O ENVELHECIMENTO ATIVO DOS TRABALHADORES BRASILEIROS
Descrição: O trabalho decente é tido como uma aspiração universal de homens e mulheres do mundo inteiro na esperança de obter um emprego produtivo e justamente remunerado, situação desempenhada sob condições de liberdade, de equidade e de segurança, com respeito à dignidade humana. A categoria trabalho representa um fator determinante, de diferentes formas e intensidades, nas questões de saúde e de doença. Tratar da temática do trabalho decente vai ao encontro da preocupação, no âmbito da Organização Mundial da Saúde, com o Envelhecimento Ativo, no contexto dos processos de viver e envelhecer de uma parcela crescente da população mundial, tendo em vista o aumento da expectativa média de vida, visível também em nível de país. O aumento no número de anos em que os indivíduos vivem precisa ser acompanhado de políticas de melhoria e manutenção da saúde e da qualidade vida O presente projeto de pesquisa tem como objetivos gerais analisar, por meio de uma perspectiva interdisciplinar, as evidências e percepções que se apresentam em termos dos determinantes produtivos, econômicos, sociais e psicológicos que se estabelecem entre o trabalho e o processo de viver e envelhecer dos indivíduos; e fomentar a discussão sobre a realidade do trabalho e o seu sentido balizada nos conceitos de trabalho decente e de envelhecimento, ativo no âmbito dos trabalhadores brasileiros. Contempla diferentes propostas metodológicas, com abordagem quantitativa e qualitativa.