Notícias UPF

Docentes do stricto sensu representam a UPF em diversos conselhos e comissões nacionais e internacionais

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Representatividade da Universidade em diversos órgãos é sinônimo de reconhecimento da excelência acadêmica da UPF

Mais de 100 professores dos programas de pós-graduação da Universidade de Passo Fundo (UPF) integram comissões, fóruns, conselhos, coordenações, assessorias e sociedades científicas nacionais e internacionais. Cenário que mostra a qualificação dos docentes da Universidade e o seu comprometimento com as diversas áreas do conhecimento, contribuindo com o desenvolvimento da pesquisa e, consequentemente, da sociedade.

Representatividade que passa pelo Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos, sociedades científicas como a Sociedade Mundial de Ciência do Solo, da Sociedade Brasileira de Filosofia da Educação, de comissões como a Comissão Científica do Centro de Pesquisa em Políticas Públicas e Governação Local (CPPPGL) da Universidade Agostinho Neto, em Luanda, de associações como a Associação Brasileira de História das Religiões (ABHR), da Academia Uruguaia de História (Montevidéu), da Society for Color and Appearance in Dentistry (SCAD - Sociedade de Cor e Aparência em Odontologia), entre outras, bem como diversos comitês locais, regionais e estaduais.

Recentemente, a UPF também passou a ser representada na Comissão Especial de Informática na Educação (CEIE) da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) pelo professor Dr. Adriano Canabarro Teixeira, docente do curso de Ciência da Computação e pesquisador dos programas de pós-graduação em Educação (PPGEdu) e em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECM) da UPF. A CEIE tem como missão definir e apoiar políticas de pesquisa, desenvolvimento e inovação em informática na educação (IE) e executar ações pela /melhoria da qualidade da educação brasileira de forma articulada com os órgãos governamentais, sociedade, setor produtivo e comunidade científica.

Dentre suas atribuições, a CEIE é referência nacional na efetiva implantação de políticas públicas pela melhoria da educação, na geração de conhecimento e tecnologias de vanguarda em Informática Educativa e na formação avançada de recursos humanos. Para isto, promove a pesquisa científica e o desenvolvimento tecnológico em informática na educação através de seus eventos e meios de publicação. Ainda, busca estabelecer parcerias estratégicas para a efetiva implantação das políticas educacionais no contexto nacional.

Conforme Teixeira, a participação da UPF nesta comissão é fruto de um trabalho consistente realizado há mais de 15 anos na área de informática educativa e cultura digital em especial no Grupo de Pesquisa em Cultura Digital, nos PPGs nos quais está envolvido e nos Seminários Nacionais de Cultura Digital. “Esta atribuição reforça ainda mais a necessidade de que a pauta das tecnologias educacionais seja potencializada no interior das Universidades e que os processos de formação de professores considerem uma visão mais ponderada e otimista sobre o papel das tecnologias na educação”, destaca o professor da UPF.