Notícias UPF

Comitiva da Jornada é recebida pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Após visita realizada na manhã desta terça-feira, 26 de março, em Brasília, pauta será levada para reunião de ministros

As Jornadas Literárias foram pauta de um encontro na manhã desta terça-feira, 26 de março, entre uma comitiva passo-fundense e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Em uma força-tarefa para viabilizar a realização da 17ª edição da Jornada e da 9ª Jornadinha, a reitora da Universidade de Passo Fundo (UPF), Dra. Bernadete Maria Dalmolin; o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo; o vereador Patric Cavalcanti; e representantes da prefeitura estão em Brasília, com agendas que buscam apoio para a concretização do evento que é considerado um dos maiores encontros do Brasil em expressão literária.

Durante a conversa, a comitiva da Jornada destacou a necessidade de celeridade na avaliação da Lei Rouanet, em apreciação pelo presidente da República. Durante a agenda, o ministro Onyx Lorenzoni evidenciou que já conhece a Jornada Nacional de Literatura e em diferentes oportunidades pôde participar do evento. Ele pontuou aos presentes que reconhece a qualidade e a seriedade do projeto, além do seu impacto social, e se comprometeu a levar a pauta ao ministro Osmar Terra. “Na conversa, o ministro demonstrou sua sensibilização com o projeto. Estamos no aguardo da deliberação”, informa a reitora da UPF.

O prefeito Luciano observou que a Prefeitura e a UPF estão atuando em sintonia para buscar a parceria de empresas e dos governos estadual e federal e garantir os recursos necessários para a edição deste ano. “Nosso esforço é no sentido de fazer mais uma grande edição da Jornada e da Jornadinha, ampliando o cenário de leitura na cidade e no estado. Temos certeza de que o governo federal será sensível ao nosso pedido e apoiará essa movimentação, que ocorre há mais de 30 anos em Passo Fundo”, afirmou.

Lei Rouanet
Informações repassadas à comitiva dão conta de que o Ministério da Cidadania, que contempla a secretaria de Cultura, já encaminhou uma proposta de remodelamento da Lei Rouanet e de que a proposição está em avaliação. “A proposta está sendo avaliada pelo presidente e deverá ter retorno até o final do mês. Pontuamos tanto para o ministro Lorenzoni quanto para o assessor do ministro Osmar Terra a importância de termos celeridade no processo de avaliação do projeto da Lei Rouanet”, cita Bernadete.

A preocupação, segundo ela, se dá em relação aos prazos de submissão do projeto da Jornada à Lei Rouanet. “É preciso submeter a proposta da Jornada, que tem de passar por avaliação, e esse prazo não pode ultrapassar o final do mês de abril para não comprometer a realização do evento. Sinalizamos sobre a nossa preocupação e eles ficaram sensibilizados em avaliar a possibilidade de resolução”, comenta a reitora, pontuando que, em uma reunião entre os ministros que ocorre na tarde desta terça-feira, 26, o assunto será colocado em pauta, e, após, é possível que haja um posicionamento.

Agendas
A comitiva de Passo Fundo teve outras agendas relevantes em Brasília. Na segunda-feira, dia 25, pela manhã, os passo-fundenses foram recebidos pelo assessor do ministro Osmar Terra, Roberto Fantinel. Ao representante do Ministério da Cidadania, apresentaram de forma detalhada o projeto da 17ª Jornada Nacional de Literatura e da 9ª Jornadinha Nacional de Literatura e evidenciaram a participação do órgão por meio da Lei Rouanet. Na ocasião, Fantinel contatou o secretário especial de cultura, que também irá apreciar a pauta.

Durante a tarde de segunda-feira, a comitiva também foi recebida por uma equipe técnica do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), representada pelos técnicos Adalberto Paz e Patrícia Costa Dias. Na oportunidade, foi protocolado um pedido de apoio e informado sobre como eram realizados os repasses anteriores. Ainda, em um contato informal entre as duas agendas, a comitiva foi recebida pela jornalista Carolina Bahia.