Notícias UPF

Projeto Fábrica de Histórias: criando, contando e encantando

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

O Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo (PPGL/UPF), juntamente com o Instituto Federal Farroupilha, Campus Santo Augusto, promoveu, no dia 7 de outubro, um momento especial para estudantes do 3º ano do ensino fundamental de escolas de Passo Fundo e região. Presentes no Centro de Eventos, Campus I da UPF, eles participaram da apresentação de nove histórias infantis bilíngues (português e inglês), criadas e produzidas pelos estudantes do Instituto Federal Farroupilha.

A programação contou com duas sessões de apresentações, com uma hora de duração cada, das 14h às 15h e das 15h30min às 16h30min. Foram apresentadas cinco histórias através de encenação teatral e quatro histórias em formato digital. Entre as trocas de cenário, foram feitas apresentações musicais de canções infantis, como Alecrim, A canoa virou, O cravo e a rosa, Marcha Soldado, Borboletinha, entre outras. 

Participaram da ação três escolas públicas, com a presença de aproximadamente 300 crianças e 16 professoras. Entre as escolas, a Eloy Pinheiro Machado, da rede municipal, participou com as turmas de 1º ao 4º ano, e também foram recebidos grupos da Escola Estadual Lucille Fragoso de Albuquerque de Passo Fundo e da Escola Municipal de Ensino Fundamental Pantaleão Thomaz, de Coxilha.

As apresentações fizeram parte dos projetos de extensão “Interfaces literárias: do texto ao hipertexto” e “Fábrica de Histórias: criando, contando e encantando”, desenvolvidos no Instituto Federal Farroupilha campus Santo Augusto-RS.

Projeto do PPGL
As produções realizadas pelos estudantes que participam dos projetos integram a pesquisa de tese da professora Miquela Piaia, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Letras. A tese é orientada pelo professor Dr. Ernani Cesar de Freitas, e visa analisar o processo de produção e desenvolvimento de uma proposta didática que contribua com a prática de multiletramentos no contexto escolar, utilizando o gênero história infantil. 

Entre os objetivos específicos, estão promover o protagonismo e a autoria discente, de forma a sensibilizar os estudantes para a leitura e a escrita; desenvolver a capacidade crítica dos estudantes para que interpretem e produzam textos constituídos por palavras, movimentos, cores e imagens; realizar a publicação de um livro (digital e impresso) das produções realizadas pelos alunos, com vocabulário em português e inglês; transformar as histórias infantis em hiper-histórias (literatura eletrônica); apresentar as produções literárias para a comunidade escolar. 

De acordo com Miquela, cumprindo com esses objetivos, o evento foi organizado em parceria entre o PPGL e o Instituto Federal Farroupilha. 

 

Confira as histórias contadas.