Notícias UPF

Grupos de Estudos no Mundo da Leitura realizam encontro neste sábado (13)

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Reprodução/UPF

O Mundo da Leitura, concebido como um laboratório de ensino, pesquisa e extensão em estudos linguísticos e literários, do curso de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo (PPGL/UPF), retoma suas atividades no mês de abril. Uma das primeiras ações a serem desenvolvidas são os grupos de estudos, oferecidos à comunidade acadêmica e externa. Neste sábado (13), às 8h30min, acontece o primeiro encontro do semestre do grupo “Língua e discurso”, com discussão do Manifesto dos Pioneiros da Educação, de 1932, o qual se encontra disponível aqui.

Os grupos de estudos são uma metodologia bastante produtiva na Universidade e representam espaços democráticos de construção e divulgação do conhecimento acadêmico. Ocorrem no Mundo da Leitura, já há alguns anos, dois grupos: “Língua e discurso” e “Romance e sociedade”. Com objetos de estudo distintos, os grupos pretendem discutir temas atuais, de interesse da comunidade, à luz de teorias cujas pesquisas e resultados são reconhecidos no meio acadêmico. Trata-se de uma proposta  que encontra significância nos eventos do cotidiano e que destaca a reflexão e a criticidade do sujeito como elementos de transformação e melhoria da sociedade.

Segundo a professora do curso de Letras e do PPGL, Dra. Marlete Sandra Diedrich, essa concepção parte de uma visão de sociedade caracterizada pela modernização crescente, pela complexidade do mundo moderno, e pelo crescente aumento da importância da linguagem em diferentes espaços profissionais. Ainda, conforme ela, as línguas e as literaturas, nesse contexto, assumem papel de extrema relevância na constituição dos fatos sociais e exigem ações diversas e interdisciplinares intermediadas pela leitura.

Dessa forma, para participação nos grupos, é fundamental a leitura prévia de textos indicados para posterior discussão nos encontros de estudo, os quais acontecem aos sábados pela manhã, conforme calendário específico. Têm participado dos grupos, nas últimas edições, acadêmicos da graduação e da pós-graduação, professores da Educação Básica, entre outros. Para Marlete, com essa ação, é possível se desmitificar a leitura e o estudo do texto científico, potencializando o espírito investigativo de estudantes e professores ao mesmo tempo em que se socializa o conhecimento produzido na UPF.

Trata-se de um documento importante para promover a reflexão dos ideais da educação brasileira na atualidade, possibilitando a realização de um paralelo entre os avanços e retrocessos que marcam a trajetória da escola pública, principalmente.

Mais informações podem ser obtidas na secretaria do curso de Letras ou pelo e-mail letras@upf.br.