Notícias UPF

História na internet é tema da aula inaugural do PPGH

  • Por: Assessoria de Imprensa

A aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Passo Fundo (PPGH/UPF) será realizada no dia 17 de março. O tema será “Popularizar a história na internet: experiências de um editor de divulgação científica”, com o professor Dr. Bruno Leal, docente adjunto de História Contemporânea da UnB e editor-Chefe do portal Café História.

A proposta alinha-se a uma perspectiva crescente nos estudos históricos. As atividades voltadas à produção e divulgação em História, realizadas nas últimas décadas, têm se voltado à articulação com a comunidade e o uso de ferramentas e meios digitais. Nessa linha, consolidam-se cada vez mais as chamadas História Pública e Humanidades Digitais como perspectivas de renovação da produção e divulgação historiográfica, potencializando o uso das tecnologias de comunicação e informação e a interação com a sociedade ampla.

A aula inaugural do PPGH ocorre a partir das 18h e tem apoio do portal Café História e do Instituto Histórico de Passo Fundo (IHPF). A aula será transmitida no Canal do Youtube do PPGH e terá apoio técnico da UPF Online.

O ministrante
Bruno Leal tem pós-doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É doutor em História Social (UFRJ, 2015), mestre em Memória Social (UNIRIO, 2009), especialista em História Contemporânea (PUCRS, 2010), graduado em História (UERJ, 2006) e Comunicação Social (UFRJ, 2006). É professor de História Contemporânea do Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB) e do Programa de Pós-Graduação em História desta mesma universidade. É também professor-colaborador do Programa de Pós-Graduação em História Pública da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), conselheiro da ANPUH-DF, fundador e editor do portal Café História, especializado em divulgação científica de história. Foi professor do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense (UFF). Pesquisa História Pública, História Digital e Divulgação Científica. Também desenvolve pesquisas sobre crimes nazistas e justiça no pós-guerra, com especial ênfase no destino dos criminosos nazistas. Foi co-coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Judaicos e Árabes (NIEJ) da UFRJ entre 2011 e 2018. É membro da Rede Brasileira de História Pública e da Associação das Humanidades Digitais.