Notícias UPF

A educação jurídica em debate na UPF

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Jéssica França

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio da Faculdade de Direito e do Programa de Pós-Graduação em Direito (FD/PPGDireito), promoveu, no dia 26 de outubro, uma palestra com o pró-reitor de Graduação da Universidade Federal de Rio Grande (FURG), professor Dr. Renato Duro Dias. Com o tema “Educação jurídica na contemporaneidade: limites e desafios”, a palestra reuniu estudantes da graduação e da pós-graduação em uma sala de aula da Unidade Acadêmica. 

Estiveram presentes no evento o vice-reitor de Extensão de Assuntos Comunitários, professor Dr. Rogerio da Silva; o vice-diretor da FD, professor Dr. Giovani da Silva Corralo; a coordenadora geral dos cursos de Direito, professora Me. Regina Helena Marchiori Canali; e a coordenadora da atividade, professora Dra. Josiane Petry Faria. 

Conforme a professora Josiane, o professor Dias veio à UPF para participar de uma banca de defesa de dissertação da mestranda Janiquele Wilmsen, assim como da palestra sobre a educação jurídica. “Ele veio para a banca de avaliação de mestrado e também para falar aos professores e estudantes a respeito do ensino jurídico na contemporaneidade, dos limites e desafios, do reconhecer os novos males da contemporaneidade e de como lidar com todas as exigências que se tem hoje, novas práticas, o que é essa educação, e o que se espera da educação superior”, explicou.

De acordo com o palestrante, é importante essa integração entre professores, acadêmicos de graduação e de pós-graduação para discussão de temas pertinentes ao Direito. “Fiquei encantado com o campus, com a qualidade arquitetônica, os espaços nos quais os alunos circulam. Essa atividade com professores, estudantes de graduação e pós-graduação é fantástica, pois vai estimulando os alunos a pensarem no futuro profissional como professor ou mesmo como pesquisador. Sobretudo, essa ação é importante porque representa a oportunidade de diálogo, e houve uma empatia muito grande, e, o que me deixou mais grato, vi uma vontade institucional de ampliarmos parcerias”, afirmou.