Notícias UPF

Prefeitura e UPF ampliam trabalho conjunto de enfrentamento do coronavírus

  • Por: Assessoria de Imprensa UPF e PMPF

O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, autorizou um projeto que será desenvolvido em parceria com a Universidade de Passo Fundo (UPF), com o objetivo impulsionar ainda mais as ações de combate ao coronavírus e seus impactos. A UPF atuará na frente da saúde, realizando monitoramento e busca ativa nos bairros, tanto para prevenir como conscientizar sobre o coronavírus. “É mais uma contribuição importante da UPF para a comunidade neste período de pandemia. Vamos somar esforços para ter condições de chegar mais longe e com o maior número de pessoas trabalhando, equipes da UPF e da Secretaria de Saúde. Vamos multiplicar forças no combate ao vírus e orientação às pessoas”, afirmou Luciano.

Em parceria com a Secretaria de Saúde, a UPF, por meio de alunos e professores dos cursos de Enfermagem, Nutrição, Fonoaudiologia, Medicina, Psicologia, Fisioterapia, Serviço Social, Odontologia e Residência Multiprofissional em Saúde, passam a ter redes de cuidado territoriais para o enfrentamento à covid-19, com o objetivo de desenvolver ações territoriais que visem o enfrentamento da pandemia, considerando as dimensões que envolvem o conceito ampliado de saúde e potencializando as ações da atenção básica.

A reitora da UPF, Dra. Bernadete Dalmolin, ressaltou que “o projeto que contará com alunos e professores de todos os cursos da área da saúde da UPF e fortalecerá ações da Atenção Básica nos territórios/populações mais vulneráveis do município. Implica na realização de um conjunto de ações de alto impacto social e sanitário realizado por meio de visita/intervenção domiciliar e articuladas à rede de saúde municipal com o propósito de detecção, monitoramento e prevenção da disseminação da Covid-19. Durante as visitas, as equipes também priorizarão a abordagem às pessoas com doenças preexistentes, avaliação da sua condição atual de saúde e tratamento, identificando necessidades, oferecendo orientações e, se necessário, o encaminhamento mais adequado aos protocolos da Secretaria Municipal de Saúde”.

Os bairros atendidos serão Zachia, Entre Rios, Valinhos e Integração (unidades do Jaboticabal e Adolfo Groth). “O projeto acontecerá em territórios de maior vulnerabilidade com visita de busca ativa, identificando as condições de saúde, e  abordagem à domicilio e articulação com as unidades de saúde para as pessoas serem atendidas posteriormente”, explicou a secretária de Saúde, Carla Crivellaro Gonçalves.

Entre as ações específicas para a pandemia estão: realizar buscas nos territórios selecionados para rastrear pessoas com sintomas gripais, casos de covid-19, contatos e possíveis cadeias de transmissão; rastrear e priorizar a abordagem às pessoas de risco; trabalhar o território de forma a considerar e reconhecer a maior vulnerabilidade social e emergencial do município; promover ações em parceria com a vigilância epidemiológica; oferecer o encaminhamento mais adequado para cada caso/situação, de acordo com os protocolos municipais, incluindo a realização de diagnóstico da população e realização de testes; usar ferramentas que possibilitem o monitoramento de casos suspeitos e/ou confirmados de modo a acompanhar a sua situação e oferecer segurança ao paciente e familiar; e fortalecer as orientações e medidas de prevenção, monitoramento e controle da covid-19.