Linhas de pesquisa e projetos

O PPGEdu tem como questão investigativa geral a origem, a natureza, a organização e a finalidade do trabalho pedagógico, tomando-o pela ótica de seus fundamentos constitutivos (suas diferentes formas de racionalidade e justificação), do processo pedagógico (de suas formas de produção e organização didático-metodológicas) e das políticas educacionais (de suas finalidades, legislação e estratégias de avaliação). Em virtude disso, mantém as três linhas de pesquisa definidas em tais âmbitos: Fundamentos da Educação; Processos Educativos e Linguagem; e Políticas Educacionais.

O que significa formar novas gerações num contexto social complexo e plural, marcado por formas pós-metafísicas de pensamento, entrelaçadas com traços metafísico-teológicos de formação humana? Esse questionamento permite que o amplo conceito de Educação seja especificado por três outros conceitos, a saber, formação pedagógica, sociedades complexas e pensamento pós-metafísico. Organicamente, a estrutura organizacional e curricular, a produção científica, os projetos de pesquisa, as orientações e demais ações a serem desenvolvidas pelo corpo docente das três linhas de pesquisa.


Linha de Pesquisa 1: Fundamentos da Educação
 

Com ênfase em Filosofia da Educação, investiga três conceitos nucleares, a saber, formação pedagógica, sociedades complexas e pensamento pós-metafísico. Deixa orientar-se pela seguinte questão investigativa: o que significa formar novas gerações em um contexto social plural e complexo, marcado por formas pós-metafísicas de pensamento? O tratamento dessa e de outras questões ocorre mediante o diálogo crítico-reconstrutivo com grandes tradições pedagógicas passadas e atuais, como a Paideia Grega, a Humanistas Latina, o Esclarecimento pedagógico moderno e as atuais teorias do reconhecimento. Trata da formação do sujeito pesquisador com ênfase no tencionamento entre ideais pedagógicos clássicos e questões educacionais atuais. Abriga em seu interior três grupos de pesquisa (Filosofia e educação, Teoria e prática pedagógica e Racionalidade e formação) e o Núcleo de Pesquisa em Filosofia e Educação (NUPEFE). Além disso, a Linha de Pesquisa coordena dois convênios internacionais, um com a Alemanha, existente desde 2001, e outro com a Argentina. Está vinculada à Sociedade de Filosofia da Educação de Língua Portuguesa (SOFELP), à Sociedade Brasileira de Filosofia da Educação (SOFIE), da qual o professor Claudio Almir Dalbosco é vice-presidente, ao GT 17 – Filosofia da Educação, da ANPED Nacional, e ao Eixo Temático 12 – Filosofia da Educação, da ANPEDSUL. Organiza o Seminário Internacional sobre Filosofia e Educação, com sua primeira edição ocorrida em 2003 e com a sua sexta edição prevista para acontecer em 2018. Também organiza o Colóquio Internacional sobre Bildung, cuja primeira edição ocorreu entre os dias 28 a 30 de setembro de 2016 na UPF, contando com a participação de professores da Alemanha, Argentina e de várias universidades brasileiras. Destacam-se entre suas atividades os encontros semanais do NUPEFE, nos quais há estudos de textos clássicos, intercalados com a apresentação da produção docente e discente da linha de pesquisa.

Corpo docente

Angelo Vitório Cenci (orientador de mestrado e doutorado)
Claudio Almir Dalbosco (orientador de mestrado e doutorado)
Edison Alencar Casagranda (orientador de mestrado)
Eldon Henrique Mühl (orientador de mestrado e doutorado)

Conheça os projetos vinculados a esta linha


Linha de pesquisa 2: Processos Educativos e Linguagem
 

Investiga processos educativos nas perspectivas da Língua e da Linguagem, das Ciências Sociais, das Tecnologias Digitais e da Educação Científica. Trata de conceitos nucleares como ensino, aprendizagem, alfabetização, interação discursiva e construção do conhecimento escolar. Investiga questões relacionadas ao processo de ensino e aprendizagem, perguntando pelo seu significado em contextos sociais marcados pelo desenvolvimento da tecnologia digital e do emprego de diferentes dispositivos digitais. Ocupa-se com a formação do sujeito pesquisador com ênfase em questões pedagógicas (de ensino) que emergem desde o âmbito da educação infantil à educação de jovens. Abriga, em seu interior, quatro grupos de pesquisa e um convênio internacional, com a Universidade Roma Três, da Itália. Dentre as principais atividades da linha, desenvolvidas em 2016, destacam-se: IV Seminário Nacional de Inclusão Digital; o projeto de extensão Mutirão pela Inclusão Digital; atividades vinculadas a intervenções didáticas no contexto do ensino de ciências e de astronomia na educação básica; realização de palestras em eventos envolvendo professores da educação básica, estudantes de licenciaturas e bolsistas do Pibid. Destaca-se, como atividade principal, a realização de encontros quinzenais, envolvendo todos os professores e alunos da linha de pesquisa nos quais aspectos epistemológicos e metodológicos dos projetos de pesquisa em andamento são analisados, aprofundados e delineados.

Corpo docente

Adriana Dickel (orientadora de mestrado)
Adriano Canabarro Teixeira (orientador de mestrado e doutorado)
Flávia Eloisa Caimi (orientadora de mestrado e doutorado)
Cleci Werner da Rosa (orientadora de mestrado e doutorado)

Conheça os projetos vinculados a essa linha


Linha de pesquisa 3: Políticas Educacionais
 

Orientando-se pelas perspectivas sociológica, política, filosófica e pedagógica, investiga conceitos nucleares como sociedades complexas, Estado, políticas públicas, globalização, democracia e sociedade do conhecimento. Trata de temas aglutinadores de tais conceitos, como gestão e avaliação da educação, formação docente, educação não formal e diversidade cultural e financiamento da educação. Ocupa-se com a formação do sujeito pesquisador buscando teorizar a própria investigação e as práticas políticas e pedagógicas a ela correspondentes mediante perspectiva epistemológicas plurais. Destaca, nesse contexto, que as “opções epistemológicas” denotam um duplo fato: que não há neutralidade investigativa e que a pluralidade dos enfoques epistemológicos conduzem para escolhas metodológicas diversificadas. Abriga em seu interior quatro grupos de pesquisa e o Núcleo de Políticas Educacionais Públicas (NUPEP) e cinco convênios internacionais: dois com o México (Universidad Autónoma del Estado de México e Universidad de Colima) e três com a Argentina  (Universidad Nacional de La Plata, Universidad Nacional San Martin e Universidad Nacional Tres de Febrero). Dos convênios, destacam-se as atividades de produção acadêmica e o intercâmbio entre pesquisadores. O NUPEP é responsável por organizar semestralmente o encontro dos orientandos do mestrado e doutorado da linha onde são socializadas as investigações das dissertações e teses.

Corpo docente

Altair Alberto Fávero (orientador de mestrado e doutorado)
Júlio Cesar Godoy Bertolin (orientador de mestrado e doutorado)
Rosimar Serena Siqueira Esquinsani (orientadora de mestrado e doutorado)
Telmo Marcon (orientador de mestrado e doutorado)

Conheça os projetos vinculados a essa linha