Notícias UPF

‘Minha mãe é uma peça 3’ é a maior arrecadação da história do cinema brasileiro

  • Por: Eugenio Siqueira
  • Fotos: Globo Filmes/Divulgação

A saga de Dona Hermínia já havia desbancado, nas bilheterias nacionais, os blockbusters internacionais ‘Star Wars: A Ascensão Skywalker’ e ‘Frozen 2’. No último fim de semana, ‘Minha mãe é uma peça 3’ acumulou a maior arrecadação na história de um filme nacional. Até a última segunda-feira (20), arrecadou R$ 137,9 milhões, superando o longa ‘Nada a perder’, cinebiografia do bispo Edir Macedo, que arrecadou R$ 120 milhões. Em relação a espectadores, o público da comédia brasileira foi de 8,7 milhões de pessoas.

Lançado em 2013, o primeiro filme de Minha Mãe é uma Peça se tornou o mais assistido no país daquele ano, com mais de 4,6 milhões de espectadores. A primeira sequência estreou em 2016 e também bateu recorde, tornando-se o quarto filme mais assistido da história do país.

Esta é uma marca importante para os filmes nacionais, já que no último ano a bilheteria para produções brasileiras sofreu uma baixa em relação à longas estrangeiros. Na lista de mais vistos de 2019, aparece apenas "Nada a Perder 2". Já o cinema, em si, passa por um momento de alívio após a chegada do streaming. Mundialmente, as bilheterias cresceram 7,6% em relação a 2018.