Notícias UPF

Conectados com o conhecimento e com olhos no mundo

  • Por: Caroline Simor
  • Fotos: Silvia Brugnera

Universidade lança dois novos doutorados e divulga mudanças nas especializações e MBAs

Acompanhar a evolução da educação e das relações é um dos grandes desafios da Universidade de Passo Fundo (UPF). Atenta aos novos tempos e às realidades diversas, a Instituição lançou, na manhã desta quinta-feira (07), dois novos doutorados: em Bioexperimentação e em Envelhecimento Humano. Com a presença da Reitoria e de professores, funcionários e representantes da imprensa, a Instituição também apresentou mudanças nos cursos de especialização e MBAs.

Aprovados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no final de 2018, os novos doutorados são frutos do trabalho consolidado dos Programas de Pós-Graduação em Bioexperimentação (PPGBioexp) e de Envelhecimento Humano (PPGEH), seguindo um processo de ampliação de cursos e de formação continuada na Instituição. Para a reitora, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin, ao oferecer mais oportunidades, a UPF auxilia no desenvolvimento regional e fortalece o seu papel na produção do conhecimento. “Esses dois novos doutorados, que agora somam-se em oito oportunidades, falam da necessidade de produzir ciência aqui, voltada para o mundo. Uma ciência que dialoga entre nós e com o mundo, atuando no desenvolvimento global dessa grande região. Nos orgulhamos muito e estamos sempre buscando novas oportunidades, pois entendemos que a Universidade se diferencia cada vez que se propõe a mergulhar no campo da ciência. É dessa maneira que teremos o fortalecimento da graduação, da pesquisa e da extensão, alavancando novas possibilidades dentro do nosso contexto social”, destacou.

O olhar voltado para o presente e para o futuro é o motivo pelo qual a UPF busca estar atenta às mudanças sociais. Segundo o vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Dr. Antônio Thomé, o potencial da Universidade e a qualidade do ensino oferecido foram os diferenciais que permitiram a construção de mais dois novos cursos. “É um momento muito importante e festivo para nós. Momento em que a Universidade, essa Instituição tão relevante para toda a região, vem consolidando sua vocação voltada para o ensino, para a pesquisa e para a extensão. Olhando para a pós-graduação, com os novos doutorados, percebemos que somos formadores de grande parte dos professores da região, dos profissionais que vivem na região de Passo Fundo e que têm a oportunidade de continuar seus estudos em praticamente todas as áreas do conhecimento”, frisou.

Thomé também ressaltou a importância das mudanças feitas nos cursos de especialização e MBA, que, segundo ele, atendem à demanda da comunidade e visam permitir um acesso mais amplo ao conhecimento. “A Universidade, entendendo o momento pelo qual o Brasil passa, ainda se recuperando economicamente, fez alterações em seus cursos de lato sensu para que pudesse reduzir custos e mensalidades, e, com isso, permitir a vinda de mais pessoas”, explicou, pontuando que, agora, alguns cursos de especialização não exigem mais a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso.

Presente no evento, o ex-vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Dr. Leonardo José Gil Barcellos, apontou o crescimento da pesquisa dentro da Universidade e destacou o quanto é fundamental o olhar voltado para o mundo. “Quando fizemos a expansão da pós-graduação, todos os Programas que nasceram apenas com o mestrado tinham como meta a conquista do doutorado. O doutorado traz a maturidade para o programa, coloca o estudante junto ao professor para desenvolver de perto a ciência e traz uma riqueza muito grande para toda a Instituição. Esse novo panorama, com oito doutorados, muda a realidade da UPF e a coloca em outro cenário frente à ciência. Nesses momentos de crise, novidades como essa dão solidez para a Universidade”, acrescentou.

As novidades foram apresentadas pelo professor Me. Marcos José Brusso, coordenador da Divisão de Pós-Graduação Lato Sensu. Em sua fala, Brusso destacou as alterações curriculares que visam acompanhar as mudanças sociais, permitindo, assim, uma formação mais completa e plural. Ele também reforçou o aspecto econômico das especializações e a preocupação da Instituição em ofertar cursos acessíveis e de qualidade.

Duas novas oportunidades
A professora Dra. Ana Carolina Bertoletti De Marchi é a coordenadora do Doutorado em Envelhecimento Humano. Para ela, o novo curso é a consolidação de 10 anos de atuação, com 198 mestres formados. “A nossa preocupação sempre foi transformar o saber pela ótica da transdisciplinaridade. Esse sonho também nasceu com o nosso cuidado de acompanhar as mudanças sociais, aqui, especificamente, voltadas para o envelhecimento da população. Com o doutorado, temos condições de oferecer novas ferramentas para uma sociedade que envelhece mais tarde e que precisa de atenção”, explicou.

Em sua fala, a coordenadora também destacou os diferenciais das linhas de pesquisa. Conforme ela, a linha que trabalhará Gerontecnologia já é considerada inovadora no país. Somada à linha de Aspectos biopsicossociais, elas pretendem contribuir para os processos evolutivos sociais.

O Doutorado em Bioexperimentação marca um caminho de dedicação do corpo docente e discente do PPGBioexp. De acordo com o coordenador, professor Dr. Luiz Carlos Kreutz, em cinco anos de Programa, foi possível construir pesquisas qualificadas, inovadoras e que permitiram uma inserção internacional da UPF. “O Programa foi totalmente reformulado para que pudéssemos ter o doutorado, visando atender às exigências da Capes e também garantir a diversidade de pesquisadores. Nosso foco é atender às demandas internas, visando à internacionalização”, frisou, destacando que agora pesquisadores receberão o título de doutor e mestre em Ciências Veterinárias, para os veterinários, e em Ciências, para os demais.

Inscrições abertas
A UPF oferece oportunidades de aprimoramento profissional em 45 cursos de especialização e MBA que estão com inscrições abertas até o dia 17 de março. Diversos desses cursos tiveram seus projetos pedagógicos reformulados, impactando no valor do investimento.

As inscrições para os cursos de especialização e MBAs devem ser feitas pelo site www.upf.br/ensino. Todas as informações relativas aos cursos estão disponíveis no mesmo endereço eletrônico da inscrição.
 

Galeria de Vídeos