Notícias UPF

UPF Virtual realiza videoconferências para programas de pós-graduação stricto sensu da Instituição

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

A UPF Virtual, divisão responsável pela educação à distância (EaD) da Universidade de Passo Fundo (UPF), vinculada à Vice-Reitoria de Graduação (VRGRAD), realizou, nas últimas semanas, seis videoconferências nas defesas de dissertação de mestrado e tese de doutorado dos programas de pós-graduação stricto sensu da Instituição.

O Programa de Programa de Pós-Graduação em Bioexperimentação (PPGBioexp) promoveu, no dia 24 de agosto, a defesa de mestrado da aluna Caroline Luneli de Quadros, com o título “Salmonella spp. isoladas em abatedouro frigorífico de suínos: resistência  a sanitizantes e antimicrobianos”. O trabalho teve a orientação da professora Dra. Luciana Ruschel dos Santos (UPF) e da banca constituída pelos professores Dr. Eraldo Lourenso Zanella (UPF) e Dra. Andrea Troller Pinto (UFRGS), que participou por videoconferência.

No dia 31 de agosto, foi defendida e aprovada a dissertação de Maikel Gustavo Schneider, do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH), com o título “ Talvez eu nunca mais veja minha terra natal: a trajetória de imigrantes alemães na colonização de Porto Novo/SC (1932-1942)”. A orientadora Dra. Rosane Márcia Neumann (UPF) participou da atividade, assim como os professores Dr. João Carlos Tedesco (UPF) e Dr. Frederik Schulze (Westfälische Wilhelms-Universität Münste), que foram a banca da apresentação.

Já no dia 4 de setembro, a aluna Valéria Espíndola Lessa, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu), defendeu a tese com o título “A programação de computador e a função afim: um estudo sobre a representação e a compreensão de invariantes operatórios”, sob a orientação do professor Dr. Adriano Canabarro Teixeira e dos docentes Dr. Marco Antônio Trentin (UPF), Dra. Flávia Eloisa Caimi (UPF), com participação, como membros externos, da Dra. Daniela Melaré Vieira Barros (Universidade Aberta/Portugal) e Dra. Leandra Anversa Fioreze (UFRGS), as quais participaram virtualmente.

Em 5 de setembro, Franciele Meinerz Forigo também fez sua defesa de doutorado, com o trabalho intitulado “Implicações de uma experiência didático-pedagógica de ensino híbrido com metodologias ativas e Personal Learning Environment para o ensino médio”. A banca examinadora foi composta pelos docentes Dr. Adriano Canabarro Teixeira (UPF) – orientador, Dr. Marco Antônio Sandini Trentin (UPF), Dra. Cleci Teresinha Werner da Rosa (UPF), Dra. Flávia Eloisa Caimi (UPF), Dra. Marie Jane Soares Carvalho (UFRGS) e Dra. Daniela Melaré Vieira Barros (UAP/Lisboa).

Já em 6 de setembro, Camila Faccin, do Programa de Pós-Graduação em Projeto e Processos de Fabricação (PPGPPF), apresentou a defesa de sua dissertação intitulada: “Desenvolvimento conceitual de dispositivo auxiliar para posicionamento de pacientes imobilizados”.  A banca foi constituída pelos professores Dr. Charles Leonardo Israel (UPF), Dr. Vagner Alves Guimarães (UPF) e Dr. Patric Daniel Neis (UFRGS), que participou virtualmente.
 
Por fim, em 12 de setembro, o Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) promoveu a defesa de doutorado de Roberta Macedo Ciocari, com a tese “A construção de representações por meio da leitura extensiva aliada à sala de aula orientada à ação na formação de professores”, sob orientação da professora Dra. Fabiane V. Burlamaque e Dra. Eunice Terezinha Piazza Gai (UNISC). A primeira arguidora, Dra. Renata Junqueira de Souza (UNESP), participou por videoconferência, e os demais docentes, Dr. Ernani Cesar de Freitas (UPF) e Dr. Paulo Ricardo Becker (UPF), presencialmente.

Os serviços fazem parte das 135 videoconferências realizadas no ano de 2018 e viabilizadas com o apoio técnico e de infraestrutura da Divisão UPF Virtual.