Notícias UPF

Um novo olhar sobre a erva-mate

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Gelsoli Casagrande

Empresa Inovamate está prestes a lançar o primeiro produto fruto da parceria com o UPF Parque

O chimarrão foi o responsável pelo primeiro contato dos administradores da empresa Inovamate, Ariana Maia e Clóvis Roman com a erva-mate. Ao conhecer a história, a cultura, os aspectos socioeconômicos e os benefícios à saúde que a Ilex Paraguariensis (nome científico da erva-mate) proporciona ao metabolismo humano, eles decidiram ir além da tradicional bebida gaúcha e oferecer novos produtos desta planta. A empresa é uma das incubadas no Parque Científico e Tecnológico da Universidade de Passo Fundo (UPF Parque) e está prestes a lançar o primeiro produto.

Segundo Ariana, a ideia surgiu na crença de que a matéria prima poderia ir além do chimarrão, pela oportunidade de existir um público consumidor que busca por alimentos saudáveis e também pelo fato de a empresa ter uma responsabilidade social com os agricultores familiares que produzem a erva-mate. “Além de ser uma planta nativa, característica da nossa região, a erva-mate ainda tem o manuseio que tende a ser o mais natural possível, com tudo isso podemos criar produtos que contribuam para o viver bem, traga benefícios à saúde e traga mais qualidade de vida ao consumidor”, destaca.

Uma das incubadas do UPF Parque, a Inovamate chegou até a Universidade por meio de uma consultora do Sebrae, que é parceiro do Parque. Ariana lembra que a empresa procurou o Sistema para orientar as ações. “Demos andamento às ações do plano, mas percebemos que numa economia competitiva e globalizada como no mundo de hoje, precisaríamos principalmente de mais orientação e um ambiente salutar, onde as nossas ideias inovadoras pudessem ser transformadas em negócio de sucesso. Dentro desta perspectiva, nos foi apresentado o Parque Tecnológico e após um processo de apresentação do projeto da empresa e todos os trâmites necessários, a Inovamate foi selecionada e encontra-se comprometida com esta parceria entre a empresa e Universidade”, pontua.

O ambiente diferenciado, acesso ao network com outras empresas, além do suporte técnico e operacional, disponibilizados pela Universidade, são os principais aspectos levados em consideração pela empresa.

Em uma era cada vez mais compartilha, Ariana ressalta a importância de estar inserida em um Parque Científico e Tecnológico. “Hoje, estamos prestes a lançar nosso primeiro produto no mercado, com segurança, credibilidade, sustentabilidade e comprometimento de tudo o que importante num projeto para se lançar um produto inovador. Nosso plano é evoluir, inovar sempre, tendo como missão o respeito pelo consumidor e o cuidado com a sustentabilidade da cadeia produtiva da erva-mate, planta que dá vigor e revitaliza as nossas bases”, frisa.