Notícias UPF

Sem vendas, para revelar novos caminhos

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Alessandra Pasinato

Festival de Publicidade debate conceitos de talento e sucesso na profissão. Evento iniciou na manhã desta terça-feira, 23 de abril, e segue até quarta, dia 24

Sem visão e com vendas amarradas aos olhos, os acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade de Passo Fundo (UPF) iniciaram sua participação no “I Festival de Publicidade – Sem vendas – revelando novos caminhos”. Enquanto que o pano preto encobria a visão, os jovens estudantes foram convidados a se libertar das vendas e refletir sobre as múltiplas possibilidades de atuação profissional durante o evento que iniciou nesta terça-feira, 23 de abril, e segue na quarta, dia 24.

Promovido pelo projeto de extensão Célula - Agência Solidária e de Inovação e pelo Núcleo Experimental de Publicidade e Propaganda (NexPP), o evento tem como objetivo desvendar o olhar dos acadêmicos sobre a profissão, mostrando novos conceitos de talento e sucesso na publicidade. Ao longo dos dois dias, a programação que ocorre no auditório do Centro de Educação em Tecnologia (CET), terá debate sobre temas como home office e o empreendedorismo, o atendimento publicitário e a criatividade.

Arte de viver

Integrante da comissão organizadora, a publicitária Camila Teixeira explica que a inspiração para o evento foi revelar novos caminhos aos acadêmicos. “A sociedade em si está na era de desvalorização, ninguém ainda compreende o que fazemos. O profissonal acaba se vendando sem que ele mesmo perceba, acaba ficando na zona de conforto. A ideia é que os acadêmicos possam tirar a venda e ver além dos ambientes tradicionais”, pontua.

Para ela, ser publicitário vai além da profissão. “A publicidade é uma arte de viver. É se sentir vivo para fazer o outro vivo, seja através de uma mensagem, de uma imagem, de uma fotografia. São essas maneiras que o acadêmico precisa passar a olhar. O olho é o maior registro que temos de tudo”, finaliza.

Coordenadora do curso de Publicidade de Propaganda da UPF, a professora Me. Juliane Borges comenta que os acadêmicos tinham grandes expectativas para o momento de conversa com egressos que atuam no mercado. “Eles acabam tendo dúvidas do que vão enfrentar no mercado e a nossa intenção é poder ajudar neste processo, que cada um descubra onde se encaixa”, aponta ela.

Para a professora, a atuação na publicidade é muito ampla. “Nestes dois dias, teremos experiências de pessoas que exercem a profissão das mais diversas formas. Que os acadêmicos possam tirar as vendas e abrir os olhos para as várias possibilidades de exercício da profissão. Seja estratégico, seja criativo, todos podem se encaixar”, destaca.

Projetos

O Festival de Publicidade também terá um momento de apresentação do projeto Célula e do NexPP, onde os integrantes mostram seus trabalhos e explicam sobre o processo criativo e estratégico nas campanhas criadas na Instituição, além de alguns cases e prêmios conquistados no último ano.