Notícias UPF

Reitoria e acadêmicos discutem realidade institucional frente ao Coronavírus

  • Por: Assessoria de Imprensa

A Reitoria da Universidade de Passo Fundo (UPF), com o objetivo de manter a transparência, o diálogo e a proximidade com os estudantes, realizou uma reunião virtual com representantes de 19 diretórios e centros acadêmicos, além do Diretório Central dos Estudantes (DCE) para falar sobre a realidade institucional frente à situação imposta pela disseminação do coronavírus.

Durante a conversa, os estudantes relataram, dentre outros assuntos, as experiências que estão tendo com relação às atividades realizadas, neste período, de modo on-line. Também foram abordadas questões relacionadas às angústias dos estudantes frente a esse momento turbulento e também explicadas todas as frentes em que a Universidade está atuando neste momento, não apenas na área acadêmica, mas também no auxílio ao enfrentamento junto à comunidade.

A reitora da UPF, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin destacou que esse é um tempo novo e complexo. "Estamos tendo de nos reinventar para manter o vínculo e o aprendizado via tecnologias e não, face a face, como fazemos no dia a dia. Foi muito bom falarmos com os representantes estudantis, ouvir, enxergá-los na tela, pontuando vários assuntos que angustiam a todos. Eles destacam com clareza, mas com muita sensibilidade as dificuldades", avaliou. Segundo a reitora, a gestão relatou aos acadêmicos como a Instituição está buscando resolver, tanto os aspectos acadêmicos, quanto financeiros e da própria pandemia. "O momento é de excepcionalidade, por isso estamos intensificando esse canal de comunicação com todos os acadêmicos para dirimir dúvidas e buscar soluções conjuntas. Estamos todos imbuídos no mesmo propósito de atravessar esse tempo com cuidado, aprendizados e solidariedade", completou.

Conforme Marcelo Walker, representante do Diretório Acadêmico de Enfermagem Mara Regina Caliari Tagliari, a conversa foi esclarecedora. "O encontro trouxe a luz questões importantes para atenuar os nossos anseios frente a essa situação excepcional, uma vez que os acadêmicos apresentaram muitas indagações relacionadas ao andamento das atividades acadêmicas. Estabelecer essa conexão entre a reitoria e os acadêmicos é de suma importância para a transparência de toda e qualquer informação, facilitando assim o bom andamento do período letivo", disse.

Jocelino José Cygainski, presidente do Diretório Acadêmico do curso de Medicina da UPF, apontou como fundamental o momento de conversa e abertura em uma situação que causa tantas dúvidas. Enfatizou ainda a participação dos acadêmicos como uma diferença em relação a outras instituições, especialmente por levar em consideração a opinião dos estudantes para a tomada de decisão. 

A acadêmica Nicoli Vanz, representando o Diretório Acadêmico do curso de Nutrição, destacou que o momento foi importante pela demonstração de que a Instituição e seus dirigentes estão dispostos a ouvir e ajudar na adaptação exigida neste momento. "Nós do curso de Nutrição não estamos tendo grandes dificuldades com os professores, somos muito próximos da nossa coordenadora e ela nos dá um suporte muito grande dentro do curso, muito grande mesmo, está sempre nos ouvindo e correndo atrás de nos ajudar de alguma forma", avaliou.

Lucas Karpinski Risson, representante do Diretório Acadêmico de Ciências Biológicas Paschoal Pasa, destacou a importância da continuidade da proximidade entre Reitoria e estudantes, especialmente em um período crítico como o que o mundo está enfrentando agora. "A cada dia que passa, nossa ligação enquanto diretórios e reitoria se torna mais forte, sempre que necessário temos canal aberto e feedbacks excelentes", pontuou.

Representando o Diretório Acadêmico da FEAC, Eduardo Garcia, também enfatizou a importância do diálogo permanente, especialmente em momentos de maior dificuldade como este relacionado à disseminação da Covid-19. Ana Luiza, presidente do Centro Acadêmico Carlos Galves, da Faculdade de Direito, reiterou o entendimento de que neste momento é necessária a colaboração de todas as pessoas envolvidas.

O representante do curso de Agronomia, Mateus Santos, apontou a importância do momento para que os estudantes pudessem conhecer as ações da Universidade também em outras frentes, que não só a acadêmica. "Foi importante ver as várias atitudes que a UPF tem tomado frente a essa nova situação que não tem precedente. A reunião foi bem esclarecedora e uma das coisas que me chamou a atenção foi o quanto a UPF está sendo reinventada. Momentos complicados necessitam de ideias fora da caixa e a Universidade está se reinventando e se adaptando, e isso é o principal", opinou.

Campi representados 
Acadêmicos da estrutura multicampi também participaram do diálogo. Matheus Martinelli, representou os estudantes da UPF Casca. "Participar da reunião com a reitoria, além de nos sentirmos lembrados, é uma oportunidade de expor o pensamento dos alunos sem um intermediário. Afinal, nós (incluindo eu mesmo) estamos trabalhando de casa e realizando as atividades que os professores da UPF solicitam. Dessa forma, demonstramos tudo que pensamos, bem como demos sugestões para o melhor desenvolvimento acadêmico nesse momento tão importante", comentou.