Notícias UPF

Muzar/UPF realiza nova interpretação de suas exposições

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Arquivo Muzar

O Museu Zoobotânico Augusto Ruschi (Muzar), ligado ao Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Passo Fundo (ICB/UPF), apresenta à comunidade visitante a reedição de várias exposições. Dentre elas, a mostra “Serviços ecossistêmicos”, que foi realizada durante a Expodireto Cotrijal 2019, na Casa do Meio Ambiente da Cotrijal. 

Os serviços ecossistêmicos são os benefícios diretos e indiretos obtidos pelo homem a partir dos ecossistemas a fim de sustentar a vida no planeta. Os serviços dependem de uma infinidade de espécies que operam naturalmente, sem ônus financeiro para a humanidade. A provisão de alimentos e água, a regulação climática, a formação do solo, a polinização e o controle biológico são temas abordados na mostra.

O espaço também mantém a exposição “Projeto Rio Passo Fundo: patrimônio paisagístico, natural e ambiental”, com a abordagem da distribuição e qualidade das águas da bacia e a biodiversidade relacionada e seus ecossistemas. Além disso, a exposição “Oliver, o espetáculo continua” enfoca a discussão sobre o exótico e o nativo, a relação humana e o manejo dos animais. Destaca ainda os animais peçonhentos, a flora local, as rochas, os minerais e o meteorito, acervo sempre consultado pelos visitantes.

Para complementar as exposições, são apresentados vídeos na Sala Verde, atividade que ocorre mediante agendamento. Os grupos e as escolas podem fazer o agendamento on-line, acessando www.upf.br/muzar.
 
Trilha perceptiva
A trilha perceptiva é mais uma atividade que o Muzar mantém e neste momento amplia para a participação dos últimos anos do ensino fundamental, a partir do 6º ano. A atividade exige investimento e os interessados necessitam fazer o agendamento pelo telefone (54) 3316-8316.