Notícias UPF

Instituições assinam protocolo de intenções para criação de Parque Tecnológico do Agronegócio

  • Por: Assessoria de Imprensa

UPF é uma das instituições que apoia o projeto

Empresas e instituições se reuniram na manhã de sexta-feira, 7 de maio, com o objetivo de estudar a viabilidade da criação do Parque Tecnológico do Agronegócio de Passo Fundo. Um protocolo de intenções foi assinado com a finalidade de engajar as instituições ao projeto. O encontro ocorreu em formato híbrido na sede da BSBIOS. 

O professor da Universidade de Passo Fundo (UPF), Dr. Fernando Pilotto, apresentou o Centro de Extensão e Pesquisa Agropecuária (Cepagro) e os trabalhos que estão sendo desenvolvidos com o apoio da iniciativa privada. Além disso, também explicitou algumas formas de gestão que são possíveis em um centro de tecnologia do agronegócio. 

A implantação desse Parque é um dos projetos defendidos pelo vereador Rodinei Candeia (PSL), que já realizou diversas reuniões e encontros com empresários do município e da região para apresentar a ideia. O vereador ficou encarregado pela parte jurídica da criação.  “Passo Fundo e o Rio Grande do Sul têm vocação para o agronegócio. Temos que fortalecer a região como um polo de desenvolvimento de tecnologia para o agro”, salientou Candeia. Já, o professor Pilotto assumiu os encaminhamentos técnicos para criação do parque.

O presidente da BSBIOS, Erasmo Battistella, reafirmou a parceria da empresa com o projeto, se colocando à disposição. Também destacou a importância do agronegócio para a região, bem como para o estado e país. 

Participaram do encontro: vereador e procurador do Estado, Rodinei Candeia;  presidente da BSBIOS, Erasmo Carlos Battistella; conselheiro da BSBIOS, Marcos Citolin; diretor comercial da BSBIOS, Leandro Luiz Zat; presidente da Fundação Universidade de Passo Fundo, professor Me. Luiz Fernando Pereira Neto; consultor, Paulo Montagner; presidente da Stara, Gilson Trennephol; diretor de pesquisa e desenvolvimento da Stara, Cristiano Paim Buss; especialista de logística e tecnologia, Djulion Kolberg; Bankability e XP Empresas, João Amado; produtor rural, Leonaldo Formigheri; Sementes Butiá, Beto Bertognolli; BioTrigo, André Rosa e o engenheiro César Forcelini. Também apoiam o projeto: empresa Metasa, através do executivo chefe, Mário Wagner, e a empresa DiCanalli, com seu Executivo Isonir Canalli.