Notícias UPF

Curso de Estética e Cosmética realiza tarde de beleza com pacientes oncológicos

  • Por: Colaboração: Assessoria de Imprensa HSVP/ Edição: Assessoria de Imprensa UPF
  • Fotos: Caroline Silvestro/ HSVP

A Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio do curso de Estética e Cosmética, promoveu uma atividade diferenciada junto a Radioterapia do Instituto do Câncer Hospital São Vicente de Paulo (HSVP). As estudantes do 6º nível do curso realizaram uma tarde de cuidados 
às pacientes em tratamento. 

Entre as atividades desenvolvidas, foram realizados design de sobrancelha, esmaltação, limpeza de pele e maquiagem. De acordo com a professora Dra. Mara Regina Calliari Tagliari, as alunas integrantes do Projeto Integrador Multidisciplinar II, ofereceram cuidados às pacientes e também orientações quanto ao uso de lenços, produtos de beleza e a importância da autoestima para enfrentar a doença. “Primo para clientelas diferenciadas, se tem benefício para a clientela atendida, imagina para as alunas. Muitas pacientes acabam não se cuidando porque tem medo de utilizar algum produto e acabam baixando sua autoestima, ficando tristes com a autoimagem, se retraindo até do convívio social. Então fazemos um bate papo, nos apresentamos, e depois realizamos o nosso trabalho de embelezamento. É muito lindo, fizemos tão pouco, mas para elas representa muito”, comentou a professora. 

Antes da atividade, as alunas desenvolvem um projeto, aonde estudam sobre a doença, os tratamentos e possibilidades de atuação na pele das pacientes, atuando de forma humanizada nos atendimentos.  “O nosso projeto visa estimular o cuidado e a autoestima, mesmo na fase complicada como o tratamento do câncer. A beleza está ligada a saúde e os detalhes muitas vezes fazem a diferença. Um batom, o design da sobrancelha podem parecer pouco, mas podem alegrar e fortalecer as mulheres”, ressalta a acadêmica Camila de Paula. 

A psicóloga da Radioterapia, Luana Rocha de Lima enfatiza que a atividade é importante para relembrar as mulheres da importância da autoestima e também para tirá-las da rotina do tratamento. “A doença não pode ser a vida delas, elas precisam entender que é um momento, que vai passar. Essa atividade reforça isso e dá um ânimo para elas”.

O resultado da atividade, é que além de deixar as mulheres mais lindas, colocam um sorriso no rosto das pacientes que vivem um momento difícil. Marli Sandri, 38 anos, de Serafina Côrrea trata um câncer de mama. Em sua nona sessão de radioterapia conta que não deixou de lado os cuidados com a aparência enquanto passa pelo tratamento. “Foi muito bom receber essa visita. Traz um momento de alívio, de alegria e ainda ficamos bonitas”, enfatizou. Assim com ela, Maria do Carmo Zini, 44 anos, de Vila Maria, também adorou a sessão de cuidados. “A tarde está propícia para receber mimos e cuidados. Costumo me cuidar, mas com a rotina corrida do tratamento às vezes falta tempo. Sei que a beleza também é importante e hoje vamos para casa renovadas”.