Ensino

Expandindo fronteiras: acadêmicos da UPF preparam-se para realizar intercâmbio

30/11/2022

09:37

Por: Assessoria de Imprensa

Fotos: Tainá Binelo

Com embarques programados para o próximo ano, futuros intercambistas e pais participam de evento de despedida organizado pela Assessoria Internacional

Existem conhecimentos que podem ser adquiridos na academia e outros que apenas a vida e suas experiências podem dar. Ao realizar um intercâmbio, os estudantes têm a oportunidade de adquirir ambos ao mesmo tempo. Essa é a motivação que está levando Vitorio Augusto Maronezi, acadêmico de Comércio Exterior na Universidade de Passo Fundo (UPF), para a Polônia no próximo semestre. Ele é um dos 16 futuros intercambistas, que com o auxílio da Assessoria Internacional (AI) realizarão o tão esperado sonho em breve.

Bebeta e Vitorio são de Nova Alvorada


Para sanar as últimas dúvidas sobre o processo, universitários e familiares foram convidados para um último encontro, o qual foi realizado nesta terça-feira, 29 de novembro, no auditório da UPF On-line. Bebeta Maronezi, mãe de Vitorio, estava por lá. “É um sentimento de orgulho e também de saudade que sentimos. O aperto no coração é grande, mas, ao mesmo tempo, sei que temos que dar asas para eles. Tudo que ele vai vivenciar agora será extremamente válido para o seu crescimento, para ser ainda mais responsável. Dou todo o suporte, todo o apoio”, conta a nova-alvoradense.

Assim como a mãe, o acadêmico está ansioso para o embarque e curioso para as vivências que terá na Universidade Marie Curie-Sklodowska em Lublin, por meio do Programa de Intercâmbio Acadêmico Institucional (PIAC). “Sempre me interessei por conhecer novas culturas, estudar em outros lugares. Desde pequeno faço curso de inglês, me preparando para esse momento. Agora, com a ajuda da Assessoria Internacional, que me tirou várias dúvidas e medos, estou pronto para embarcar”, relata o estudante de 18 anos. Dentre os 16 intercambistas, 12 realizarão o processo pelo PIAC, enquanto os outros quatro estarão estagiando no país de destino.

Novas visões de mundo


Setor responsável pela expansão, consolidação e internacionalização da Universidade, a Assessoria Internacional está presente em todo o processo de preparação dos futuros intercambistas. Coordenadora da AI, a professora Dra. Luciane Sturm aponta que a mobilidade acadêmica proporciona uma oportunidade de desenvolvimento estudantil, profissional e pessoal. “O aluno que vai estudar fora não vai só atrás de conteúdos, ele vai desenvolver competências como a autonomia, as relações interpessoais, conhecer e compreender como outras pessoas vivem, saber se virar em diferentes situações”, salienta a docente.

Além dos benefícios para o realizador do intercâmbio, a comunidade em que ele está inserido também ganha com a viagem. “Quando ele voltar para casa, compartilhará suas vivências com o seu grupo, com sua família, a turma, com toda a UPF. É uma oportunidade de aprender, praticar outros idiomas e ampliar horizontes e a visão de mundo de cada um”, finaliza. 

INSCREVA-SE