Notícias UPF

Atividades multidisciplinares qualificam a formação dos estudantes de Agronomia

  • Por: Assessoria de Imprensa
  • Fotos: Divulgação

Os estudantes do curso de Agronomia da Universidade de Passo Fundo (UPF) têm a oportunidade de desenvolver atividades práticas nos 270 hectares do Centro de Extensão e Pesquisas Agropecuárias (Cepagro). Uma das iniciativas, envolve os acadêmicos que integram a equipe FieldCrops, por meio de uma aproximação com a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).
 
O professor do curso de Agronomia da UPF, Dr. Mateus Possebon Bortoluzzi, explica que a FieldCrops teve origem na UFSM e atualmente agrega Instituições de Ensino Superior do estado e de todo o país. O grupo desenvolve de forma colaborativa trabalhos multidisciplinares relacionados aos sistemas de produção agrícola.
 
Na UPF, os experimentos são realizados na área do Cepagro. “Atualmente, estamos conduzindo um trabalho no campo experimental da UPF em que há a participação direta de estudantes de graduação. O trabalho consiste em conduzir experimentos para observar a adaptabilidade de espécies forrageiras de cobertura de solo no Planalto do Rio Grande do Sul, avaliando seu potencial de cobertura da superfície do solo, taxa de produção de matéria seca, a ciclagem de nutrientes e as consequências sobre a produtividade de soja no verão”, salienta.
 
Esses experimentos, ainda segundo o professor Bortoluzzi, podem ser utilizados tanto para as aulas práticas, como para atividades que envolvam a comunidade, como a realização de dias de campo, a vitrine tecnológica, entre outros.
 
Para os acadêmicos Ígor Heller e Maurício Pasquali, que atuam de forma direta realizando pesquisas, essa vivência multidisciplinar é fundamental para a formação e desenvolvimento profissional, agregando conhecimentos que são fundamentais para a carreira do engenheiro agrônomo.